Covid-19: Índia com mais de 500 mortos nas últimas 24 horas

  • Dístico do Covid-19 Novo Coronavírus
Nova Deli - A Índia registou 501 mortos devido à covid-19 e 36.604 infectados, nas últimas 24 horas, disseram hoje as autoridades, noticiou a Lusa.

O país, que tem mantido uma tendência decrescente no número de contágios, conta agora com 138.122 óbitos registados desde o início da pandemia.

Os casos diminuíram 32% em Novembro, em comparação com Outubro, de acordo com o Ministério da Saúde indiano.

Durante mais de três semanas, os contágios diários na Índia mantiveram-se abaixo dos 50 mil.

Os novos casos estão a diminuir de forma consistente depois de terem atingido um pico em meados de Setembro, quando rondavam os 100 mil por dia.

Num esforço para impedir a propagação do novo coronavírus, o Ministério do Interior indiano permitiu que os estados impusessem restrições locais.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.468.873 mortos resultantes de mais de 63,2 milhões de casos de infecção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência de notícias France-Presse (AFP).

A doença é transmitida por um novo coronavírus detectado no final de Dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

 

O país, que tem mantido uma tendência decrescente no número de contágios, conta agora com 138.122 óbitos registados desde o início da pandemia.

Os casos diminuíram 32% em Novembro, em comparação com Outubro, de acordo com o Ministério da Saúde indiano.

Durante mais de três semanas, os contágios diários na Índia mantiveram-se abaixo dos 50 mil.

Os novos casos estão a diminuir de forma consistente depois de terem atingido um pico em meados de Setembro, quando rondavam os 100 mil por dia.

Num esforço para impedir a propagação do novo coronavírus, o Ministério do Interior indiano permitiu que os estados impusessem restrições locais.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.468.873 mortos resultantes de mais de 63,2 milhões de casos de infecção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência de notícias France-Presse (AFP).

A doença é transmitida por um novo coronavírus detectado no final de Dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.