Covid-19: Rússia ultrapassa dois milhões de casos e regista novos recordes

  • Dístico do Covid-19 Novo Coronavírus
Moscovo - A Rússia ultrapassou a barreira dos dois milhões de casos de infecção por covid-19 e registou nas últimas 24 horas recordes de infecções e mortes por covid-19, divulgaram hoje as autoridades locais, segundo noticiou a Lusa.

O número de infectados confirmados hoje foi de 23.610 novos casos, quase 3.000 a mais do que na quarta-feira, e 463 óbitos, superior aos 456 registados no dia anterior, ambos números diários recorde desde o início da pandemia em Março passado

No total, 2.015.608 casos de covid-19 e 34.850 mortes foram registados desde Março na Rússia.
Nas últimas 24 horas, 25.573 pessoas foram consideradas recuperadas na Rússia, elevando o número total de pacientes que superaram a doença para 1.526.656.


A Rússia é o quinto país com o maior número de casos confirmados de infecções pelo novo coronavírus, depois dos Estados Unidos, Índia, Brasil e França.


Na quarta-feira, o Presidente do país, Vladimir Putin, constatou a "complexa" situação do novo coronavírus em diferentes regiões da Rússia e pediu às autoridades locais que "não escondam" a situação real.


A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.339.130 mortos resultantes de mais de 55,6 milhões de casos de infecção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.


Em Portugal, morreram 3.632 pessoas dos 236.015 casos de infecção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direcção-Geral da Saúde.


A doença é transmitida por um novo coronavírus detectado no final de Dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

 

O número de infectados confirmados hoje foi de 23.610 novos casos, quase 3.000 a mais do que na quarta-feira, e 463 óbitos, superior aos 456 registados no dia anterior, ambos números diários recorde desde o início da pandemia em Março passado

No total, 2.015.608 casos de covid-19 e 34.850 mortes foram registados desde Março na Rússia.
Nas últimas 24 horas, 25.573 pessoas foram consideradas recuperadas na Rússia, elevando o número total de pacientes que superaram a doença para 1.526.656.


A Rússia é o quinto país com o maior número de casos confirmados de infecções pelo novo coronavírus, depois dos Estados Unidos, Índia, Brasil e França.


Na quarta-feira, o Presidente do país, Vladimir Putin, constatou a "complexa" situação do novo coronavírus em diferentes regiões da Rússia e pediu às autoridades locais que "não escondam" a situação real.


A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.339.130 mortos resultantes de mais de 55,6 milhões de casos de infecção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.


Em Portugal, morreram 3.632 pessoas dos 236.015 casos de infecção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direcção-Geral da Saúde.


A doença é transmitida por um novo coronavírus detectado no final de Dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.