Explosão é registada em navio próximo ao porto de Jidá na Arábia Saudita

Riad - Uma explosão ocorreu neste domingo num navio na cidade portuária de Jidá, na Arábia Saudita, de acordo com o Centro de Operações de Comércio Marítimo do Reino Unido (UKMTO, na sigla em inglês) e a companhia Dryad Global.

"O UKMTO tem ciência que um navio-tanque experimentou uma explosão [...] enquanto realizava operações. As investigações estão em andamento", disse o Centro de Operações de Comércio Marítimo do Reino Unido num alerta sobre o incidente neste domingo.

Segundo a empresa de segurança marítima Dryad Global, no seu site, "os relatórios indicam que um navio sofreu uma explosão enquanto realizava operações dentro do ancoradouro principal de petroleiros no porto da Saudi Aramco em Jidá".

De acordo com a mesma empresa, ainda não está claro se o navio que sofreu a explosão é o M/T Desert Rose, de bandeira dominicana, ou a embarcação de bandeira saudita Al Amal Al Saudi.

O site Tanker Trackers, por sua vez, adianta no seu Twitter que a explosão ocorreu num navio-tanque que abastece outras embarcações, e acrescentou que não há qualquer impacto no movimento das exportações de petróleo.

​No dia 4 de Dezembro, as forças da coligação, liderada pela Arábia Saudita, interceptaram e destruíram um drone cheio de explosivos lançado em direcção ao território saudita. De acordo com Riad, o ataque foi conduzido por rebeldes houthis.

Desde Março de 2015, a aliança de países árabes liderada pela Arábia Saudita conduz operações aéreas, terrestres e marítimas contra os houthis, que controlam a capital Sanaa e grandes áreas no norte e no oeste do Iémen, país envolvido numa guerra civil desde 2014.

"O UKMTO tem ciência que um navio-tanque experimentou uma explosão [...] enquanto realizava operações. As investigações estão em andamento", disse o Centro de Operações de Comércio Marítimo do Reino Unido num alerta sobre o incidente neste domingo.

Segundo a empresa de segurança marítima Dryad Global, no seu site, "os relatórios indicam que um navio sofreu uma explosão enquanto realizava operações dentro do ancoradouro principal de petroleiros no porto da Saudi Aramco em Jidá".

De acordo com a mesma empresa, ainda não está claro se o navio que sofreu a explosão é o M/T Desert Rose, de bandeira dominicana, ou a embarcação de bandeira saudita Al Amal Al Saudi.

O site Tanker Trackers, por sua vez, adianta no seu Twitter que a explosão ocorreu num navio-tanque que abastece outras embarcações, e acrescentou que não há qualquer impacto no movimento das exportações de petróleo.

​No dia 4 de Dezembro, as forças da coligação, liderada pela Arábia Saudita, interceptaram e destruíram um drone cheio de explosivos lançado em direcção ao território saudita. De acordo com Riad, o ataque foi conduzido por rebeldes houthis.

Desde Março de 2015, a aliança de países árabes liderada pela Arábia Saudita conduz operações aéreas, terrestres e marítimas contra os houthis, que controlam a capital Sanaa e grandes áreas no norte e no oeste do Iémen, país envolvido numa guerra civil desde 2014.