Explosão em Nashville teve aviso prévio e causou três feridos - polícia

Nashville - A explosão que ocorreu hoje (sexta-feira), na cidade de Nashville, no Estado do Tennessee, Estados Unidos, teve um aviso prévio de 15 minutos à sua detonação e causou três feridos, de acordo com as autoridades no local, citadas pela agência Lusa.

De acordo com a agência Associated Press (AP), o chefe da polícia metropolitana de Nashville, John Drake, disse que as autoridades foram chamadas para uma ocorrência de troca de tiros, mas encontraram uma autocaravana com uma gravação que dizia que uma potencial bomba iria explodir em 15 minutos.

A polícia evacuou o local e, "pouco tempo depois, a autocaravana explodiu", disse o responsável da polícia numa conferência de imprensa, citado pela AP.

O porta-voz da polícia metropolitana de Nashville, Don Aaron, disse que três pessoas foram levadas para hospitais da zona para tratamento, apesar de nenhum deles estar em situação crítica, de acordo com a AP.

Segundo o porta-voz, as autoridades ainda não confirmaram se estava alguém dentro do veículo que explodiu, mas disseram que algumas pessoas já tinham sido levadas para interrogatório, sem adiantar detalhes.

A polícia continua a efectuar buscas a carros e edifícios contíguos ao local da explosão, com recurso a cães, segundo a AP.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, já foi informado da situação.

A explosão, que ocorreu de manhã, no centro de Nashville, produzindo destroços numa "ampla área" e fez tremer prédios, foi "um acto intencional", segundo a polícia local.

A polícia de Nashville descreveu, através da rede social Twitter, que a explosão ocorreu às 06:30 e que autoridades estaduais e federais estavam no local, assim como equipas de emergência, incluindo o corpo de bombeiros.

A explosão provocou fumo numa área conhecida como o 'coração' turístico desta cidade norte-americana por estar repleta de bares, restaurantes e outros estabelecimentos comerciais.

De acordo com a agência Associated Press (AP), o chefe da polícia metropolitana de Nashville, John Drake, disse que as autoridades foram chamadas para uma ocorrência de troca de tiros, mas encontraram uma autocaravana com uma gravação que dizia que uma potencial bomba iria explodir em 15 minutos.

A polícia evacuou o local e, "pouco tempo depois, a autocaravana explodiu", disse o responsável da polícia numa conferência de imprensa, citado pela AP.

O porta-voz da polícia metropolitana de Nashville, Don Aaron, disse que três pessoas foram levadas para hospitais da zona para tratamento, apesar de nenhum deles estar em situação crítica, de acordo com a AP.

Segundo o porta-voz, as autoridades ainda não confirmaram se estava alguém dentro do veículo que explodiu, mas disseram que algumas pessoas já tinham sido levadas para interrogatório, sem adiantar detalhes.

A polícia continua a efectuar buscas a carros e edifícios contíguos ao local da explosão, com recurso a cães, segundo a AP.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, já foi informado da situação.

A explosão, que ocorreu de manhã, no centro de Nashville, produzindo destroços numa "ampla área" e fez tremer prédios, foi "um acto intencional", segundo a polícia local.

A polícia de Nashville descreveu, através da rede social Twitter, que a explosão ocorreu às 06:30 e que autoridades estaduais e federais estavam no local, assim como equipas de emergência, incluindo o corpo de bombeiros.

A explosão provocou fumo numa área conhecida como o 'coração' turístico desta cidade norte-americana por estar repleta de bares, restaurantes e outros estabelecimentos comerciais.