Índia assinala aniversário do primeiro-ministro com 25 milhões de vacinas

  • Narendra Modi, Primeiro-ministro da Índia
Nova Deli - A Índia distribuiu 25 milhões de doses de vacina contra a covid-19 durante uma campanha especial de vacinação, organizada no aniversário do primeiro-ministro Narendra Modi.

A campanha teve lugar na sexta-feira, quando Modi completou 71 anos. O Ministério da Saúde disse que, hoje, a campanha especial tinha aumentado o total de vacinas da Índia para mais de 790 milhões.

O ministro da Saúde, Mansukh Mandaviya, chamou ao feito "um capítulo dourado... escrito na história do país e do mundo".

Só a China administrou mais. O Governo chinês afirmou esta semana ter dado mais de 2,16 mil milhões de doses e que mil milhões de chineses foram totalmente vacinados.

A Índia, um país de quase 1,4 mil milhões de pessoas, deu pelo menos uma dose a mais de 62% dos adultos elegíveis e duas doses a cerca de 21%.

Os funcionários do Ministério da Saúde dizem que planeiam administrar mais de mil milhões de doses até meados de outubro.

A Índia comunicou mais de 33 milhões de casos de coronavírus e 444.529 mortes. O país está a registar mais de 30.000 novos casos de covid-19 por dia.

A campanha teve lugar na sexta-feira, quando Modi completou 71 anos. O Ministério da Saúde disse que, hoje, a campanha especial tinha aumentado o total de vacinas da Índia para mais de 790 milhões.

O ministro da Saúde, Mansukh Mandaviya, chamou ao feito "um capítulo dourado... escrito na história do país e do mundo".

Só a China administrou mais. O Governo chinês afirmou esta semana ter dado mais de 2,16 mil milhões de doses e que mil milhões de chineses foram totalmente vacinados.

A Índia, um país de quase 1,4 mil milhões de pessoas, deu pelo menos uma dose a mais de 62% dos adultos elegíveis e duas doses a cerca de 21%.

Os funcionários do Ministério da Saúde dizem que planeiam administrar mais de mil milhões de doses até meados de outubro.

A Índia comunicou mais de 33 milhões de casos de coronavírus e 444.529 mortes. O país está a registar mais de 30.000 novos casos de covid-19 por dia.