Japão lança fragata polivalente de nova geração

Tóquio - O Japão lançou à água, em Okayama, a fragata de nova geração Kumano, uma embarcação destinada às Forças de Autodefesa nacional News.

Trata-se do primeiro navio de guerra de superfície que o Japão está a promover activamente para exportação.

Formalmente, Kumano é o segundo navio da série, já que a primeira fragata Type 30FFM ainda está a ser construída no estaleiro da Mitsubishi Heavy Industries (MHI), em Nagasaki.

A Mitsui E&S é a responsável pela construção de uma fragata de 3.900 toneladas de deslocamento. Actualmente, no estaleiro a embarcação receberá os equipamentos. A previsão é de que a fragata seja entregue em 2021.

O primeiro corte de aço do primeiro navio Type 30FFM ocorreu em Setembro de 2019, no estaleiro da MHI em Nagasaki, e o segundo em Outubro de 2019, no estaleiro da Mitsui E&S em Tamano, próximo de Okayama.

Este é o primeiro grande navio de guerra de superfície que o Japão está a promover activamente para exportação. Além disso, especula-se que algumas fragatas Type 30FFM poderiam ser vendidas à Indonésia, indica a Naval News.

A embarcação é destinada a realizar actividades de patrulhamento na Zona Económica Exclusiva do Japão e missões secundárias, podendo ser empregada em território estrangeiro.

A fragata também contará com novas tecnologias que permitem a redução da tripulação mediante o uso de modernos sistemas automatizados.

Os navios deste tipo terão aproximadamente 132,5 metros de comprimento e alcançarão uma velocidade máxima de mais de 30 nós, utilizando um sistema propulsor combinado a diesel e gás com o uso de dois motores MAN 12V28/33D e uma turbina de gás Rolls-Royce MT-30.

O armamento contará com uma peça de artilharia naval Mk 45 de calibre 127 milímetros, duas metralhadoras pesadas de 12,7 milímetros controladas remotamente, dois lançadores quádruplos para mísseis antinavio Type 17 e sistemas verticais de lançamento de mísseis, segundo o portal Asia Pacific Defense Journal.