Líderes da UE reúnem-se hoje para debater política de segurança e defesa

  • Bandeira da União Europeia
Bruxelas – Os líderes da União Europeia (UE) reúnem-se hoje para trocar impressões com o secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, e abordar a Bússola Estratégica da UE, que procura definir as prioridades do bloco em termos de defesa.

Após terem dedicado o primeiro dia da cimeira virtual à coordenação dos Estados-membros face à covid-19, os chefes de Estado e de Governo da UE vão hoje trocar impressões com o secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), Jens Stoltenberg, sobre questões de defesa.

Numa altura em que a administração de Joe Biden acaba de tomar posse, e em que a OTAN se encontra num processo de reflexão que visa projetar o futuro da Aliança, os líderes deverão manifestar a Jens Stoltenberg a vontade de “renovar a parceria” da UE com a OTAN enquanto que, em simultâneo, procuram desenvolver capacidades de defesa e de segurança que permitam à Europa “agir de maneira autónoma”.

Os chefes de Estado e de Governo irão também abordar a Bússola Estratégica da UE, um dossier que procura definir as prioridades do bloco em matéria de defesa e segurança e que está previsto que seja adotado ao nível institucional em março de 2022.

A questão dos ciberataques e das ameaças híbridas será também abordada durante a reunião de hoje, um tema que cria “desafios muito reais para a segurança” da UE, nas palavras de Charles Michel, e que deverá estar entre as prioridades da presidência eslovena do Conselho da UE, que irá suceder à atual presidência portuguesa.

Além disso, numa altura em que se celebra o 10º aniversário da Primavera Árabe, os líderes irão também abordar a vizinhança meridional, devendo reiterar a necessidade de uma cooperação reforçada tanto no âmbito da atual pandemia de covid-19 e da sua recuperação, como também em outras áreas que vão do clima à gestão comum do mar Mediterrâneo.

Após terem dedicado o primeiro dia da cimeira virtual à coordenação dos Estados-membros face à covid-19, os chefes de Estado e de Governo da UE vão hoje trocar impressões com o secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), Jens Stoltenberg, sobre questões de defesa.

Numa altura em que a administração de Joe Biden acaba de tomar posse, e em que a OTAN se encontra num processo de reflexão que visa projetar o futuro da Aliança, os líderes deverão manifestar a Jens Stoltenberg a vontade de “renovar a parceria” da UE com a OTAN enquanto que, em simultâneo, procuram desenvolver capacidades de defesa e de segurança que permitam à Europa “agir de maneira autónoma”.

Os chefes de Estado e de Governo irão também abordar a Bússola Estratégica da UE, um dossier que procura definir as prioridades do bloco em matéria de defesa e segurança e que está previsto que seja adotado ao nível institucional em março de 2022.

A questão dos ciberataques e das ameaças híbridas será também abordada durante a reunião de hoje, um tema que cria “desafios muito reais para a segurança” da UE, nas palavras de Charles Michel, e que deverá estar entre as prioridades da presidência eslovena do Conselho da UE, que irá suceder à atual presidência portuguesa.

Além disso, numa altura em que se celebra o 10º aniversário da Primavera Árabe, os líderes irão também abordar a vizinhança meridional, devendo reiterar a necessidade de uma cooperação reforçada tanto no âmbito da atual pandemia de covid-19 e da sua recuperação, como também em outras áreas que vão do clima à gestão comum do mar Mediterrâneo.