Maior fabricante de vacinas anti-covid do mundo precisa de ajuda financeira da Índia

  • Vacinas para combater  a Covid-19
Nova Deli - O Serum Institute of India (SII), o maior fabricante de vacinas contra a covid-19 do mundo, vai precisar de ajuda financeira do Governo indiano pelas restrições à exportação, afirmou o director-geral do instituto.

O Governo do primeiro-ministro Narendra Modi restringiu no mês passado as exportações das vacinas da AstraZeneca fabricadas pelo SII, já que o país de 1,3 mil milhões de habitantes enfrenta uma nova vaga de contágios.

A pressão colocou a capacidade de produção do SII "sob muita tensão, para afirmar com toda franqueza", afirmou o director-geral do Serum Institute, Adar Poonawalla, ao canal NDTV.

"O mundo precisa desta vacina e neste momento estamos a dar prioridade às necessidades da Índia. E ainda não podemos fornecer (...) a todos os indianos que precisam", completou.

O SII precisa de um financiamento adicional de 30 mil milhões de rupias (408 milhões de dólares) para aumentar a sua capacidade e pediu ajuda financeira ao Governo, segundo o director.

"Isto nunca foi orçado ou planeado inicialmente, porque deveríamos exportar e obter o financiamento dos países, mas agora que isto não está a acontecer temos que encontrar outras formas inovadoras de aumentar a nossa capacidade", disse Poonawalla.

O SII, que produz mais de dois milhões de doses diárias da Covishield - o nome local da vacina da AstraZeneca -, fornece o fármaco a um preço subsidiado na Índia, muito menor do que o que cobra para as exportações.

O Governo do primeiro-ministro Narendra Modi restringiu no mês passado as exportações das vacinas da AstraZeneca fabricadas pelo SII, já que o país de 1,3 mil milhões de habitantes enfrenta uma nova vaga de contágios.

A pressão colocou a capacidade de produção do SII "sob muita tensão, para afirmar com toda franqueza", afirmou o director-geral do Serum Institute, Adar Poonawalla, ao canal NDTV.

"O mundo precisa desta vacina e neste momento estamos a dar prioridade às necessidades da Índia. E ainda não podemos fornecer (...) a todos os indianos que precisam", completou.

O SII precisa de um financiamento adicional de 30 mil milhões de rupias (408 milhões de dólares) para aumentar a sua capacidade e pediu ajuda financeira ao Governo, segundo o director.

"Isto nunca foi orçado ou planeado inicialmente, porque deveríamos exportar e obter o financiamento dos países, mas agora que isto não está a acontecer temos que encontrar outras formas inovadoras de aumentar a nossa capacidade", disse Poonawalla.

O SII, que produz mais de dois milhões de doses diárias da Covishield - o nome local da vacina da AstraZeneca -, fornece o fármaco a um preço subsidiado na Índia, muito menor do que o que cobra para as exportações.