Mais cinco palestinianos mortos em Gaza e total passa para 232

Lisboa - Cinco palestinianos morreram hoje em ataques israelitas na Faixa de Gaza, elevando para 232 o número de palestinianos mortos desde 10 de Maio, de acordo com o Ministério da Saúde local.

As negociações diplomáticas intensificaram hoje ao final do dia com o objectivo de chegar a um cessar-fogo entre Israel e o movimento islâmico Hamas, que controla Gaza, num cenário de aumento dos combates.

A actual escalada de violência no Médio Oriente provocou a morte a 232 palestinianos em Gaza, entre os quais 64 menores, e 1.620 feridos.

Em Israel morreram 12 pessoas, entre as quais dois menores, e registam-se 340 feridos.

Os combates começaram em 10 de Maio, após semanas de tensões entre israelitas e palestinianos em Jerusalém Oriental, que culminaram com confrontos na Esplanada das Mesquitas, o terceiro lugar sagrado do islão junto ao local mais sagrado do judaísmo.

O conflito israelo-palestiniano remonta à fundação do Estado de Israel, cuja independência foi proclamada em 14 de Maio de 1948.

As negociações diplomáticas intensificaram hoje ao final do dia com o objectivo de chegar a um cessar-fogo entre Israel e o movimento islâmico Hamas, que controla Gaza, num cenário de aumento dos combates.

A actual escalada de violência no Médio Oriente provocou a morte a 232 palestinianos em Gaza, entre os quais 64 menores, e 1.620 feridos.

Em Israel morreram 12 pessoas, entre as quais dois menores, e registam-se 340 feridos.

Os combates começaram em 10 de Maio, após semanas de tensões entre israelitas e palestinianos em Jerusalém Oriental, que culminaram com confrontos na Esplanada das Mesquitas, o terceiro lugar sagrado do islão junto ao local mais sagrado do judaísmo.

O conflito israelo-palestiniano remonta à fundação do Estado de Israel, cuja independência foi proclamada em 14 de Maio de 1948.