Milhares de pessoas deixam habitações antes de ciclone na Índia

  • Bandeira da Índia
Nova Deli - O ciclone Nivar deve trazer fortes chuvas ao atingir a costa perto de Mamallapuram e Karaikal, no estado de Tamil Nadu, de acordo com o Departamento de Meteorologia indiano.

A tempestade, com ventos com 120 quilómetros por hora e rajadas de até 145 quilómetros por hora, pode provocar estragos em plantações, árvores, casas e postes de eletricidade, anunciou aquele departamento em comunicado.

O diretor da Força Nacional de Resposta a Desastres da Índia, S.N. Pradhan, disse que milhares de equipas de emergência foram posicionadas nas regiões costeiras dos Estados de Tamil Nadu, Andhra Pradesh e Puducherry, onde o ciclone deverá chegar hoje à noite.

Os governos estaduais esperam por danos generalizados, tend ordenado o cancelamento de voos e a circulação de comboios por precaução.

Na capital de Tamil Nadu, Chennai, as autoridades disseram que estão a vigiar de perto o nível dos reservatórios e lagos para evitar uma repetição das enchentes em 2015, quando quase 430 pessoas morreram.

Os voos no aeroporto de Chennai permanecerão suspensos até quinta-feira pela manhã.

Em Puducherry, o alto responsável Kiran Bedi apelou aos residentes que se deslocassem para áreas mais altas e permanecessem abrigados.

"Dirijam-se para lugares altos, se for necessário. Existem centros de assistência. Por favor, vão para estes locais", disse Bedi numa mensagem de vídeo na rede social Twitter.

Em maio, quase 100 pessoas morreram depois de o ciclone Amphan, a tempestade mais poderosa que atingiu o leste da Índia em mais de uma década, ter devastado a região e deixado milhões sem energia.

A tempestade, com ventos com 120 quilómetros por hora e rajadas de até 145 quilómetros por hora, pode provocar estragos em plantações, árvores, casas e postes de eletricidade, anunciou aquele departamento em comunicado.

O diretor da Força Nacional de Resposta a Desastres da Índia, S.N. Pradhan, disse que milhares de equipas de emergência foram posicionadas nas regiões costeiras dos Estados de Tamil Nadu, Andhra Pradesh e Puducherry, onde o ciclone deverá chegar hoje à noite.

Os governos estaduais esperam por danos generalizados, tend ordenado o cancelamento de voos e a circulação de comboios por precaução.

Na capital de Tamil Nadu, Chennai, as autoridades disseram que estão a vigiar de perto o nível dos reservatórios e lagos para evitar uma repetição das enchentes em 2015, quando quase 430 pessoas morreram.

Os voos no aeroporto de Chennai permanecerão suspensos até quinta-feira pela manhã.

Em Puducherry, o alto responsável Kiran Bedi apelou aos residentes que se deslocassem para áreas mais altas e permanecessem abrigados.

"Dirijam-se para lugares altos, se for necessário. Existem centros de assistência. Por favor, vão para estes locais", disse Bedi numa mensagem de vídeo na rede social Twitter.

Em maio, quase 100 pessoas morreram depois de o ciclone Amphan, a tempestade mais poderosa que atingiu o leste da Índia em mais de uma década, ter devastado a região e deixado milhões sem energia.