Presidentes da Turquia e da Ucrânia discutem "parceria estratégica"

Istambul - O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, está hoje de visita a Istambul, onde se encontrará com o seu homólogo turco, Recep Erdogan, para discutirem uma "parceria estratégica".

Os dois líderes têm no topo da agenda as relações bilaterais, caracterizando-as como de "parceria estratégica", quando aumentam as tensões no leste da Ucrânia, onde forças governamentais e milícias separatistas apoiadas por Moscovo lutam desde 2014.

Ucrânia e Rússia têm-se acusado mutuamente por responsabilidade directa no aumento da intensidade do conflito e, esta semana, o Kremlin já admitiu que reforçou o contingente militar ao longo da fronteira entre os dois países, provocando reacções de preocupação por parte da União Europeia e dos Estados Unidos.

Os presidentes turco e russo conversaram telefonicamente na sexta-feira, abordando a situação na Ucrânia, e o Kremlin informou que o Presidente Vladimir Putin expressou preocupação com o facto de Kiev estar a retomar "acções provocatórias" nas zonas de confronto.

A Turquia é membro da OTAN, mas Erdogan e Putin estabeleceram ultimamente um relacionamento pessoal estreito, selando acordos de energia e comerciais, apesar de estarem em lados opostos de conflitos na Síria e na Líbia.

O gabinete do Presidente turco disse ainda que Erdogan e Zelensky discutirão as condições de vida dos tártaros (com ligações étnicas com os turcos), na Crimeia, território da Ucrânia anexado por Moscovo.

Os dois líderes têm no topo da agenda as relações bilaterais, caracterizando-as como de "parceria estratégica", quando aumentam as tensões no leste da Ucrânia, onde forças governamentais e milícias separatistas apoiadas por Moscovo lutam desde 2014.

Ucrânia e Rússia têm-se acusado mutuamente por responsabilidade directa no aumento da intensidade do conflito e, esta semana, o Kremlin já admitiu que reforçou o contingente militar ao longo da fronteira entre os dois países, provocando reacções de preocupação por parte da União Europeia e dos Estados Unidos.

Os presidentes turco e russo conversaram telefonicamente na sexta-feira, abordando a situação na Ucrânia, e o Kremlin informou que o Presidente Vladimir Putin expressou preocupação com o facto de Kiev estar a retomar "acções provocatórias" nas zonas de confronto.

A Turquia é membro da OTAN, mas Erdogan e Putin estabeleceram ultimamente um relacionamento pessoal estreito, selando acordos de energia e comerciais, apesar de estarem em lados opostos de conflitos na Síria e na Líbia.

O gabinete do Presidente turco disse ainda que Erdogan e Zelensky discutirão as condições de vida dos tártaros (com ligações étnicas com os turcos), na Crimeia, território da Ucrânia anexado por Moscovo.