Projecções dão vitória ao PP em Madrid com sede cheia de apoiantes

Madrid - O número de simpatizantes tem vindo a aumentar à medida que a noite avança e a avenida Génova, no centro de Madrid, onde se situa a sede do PP, foi cortada ao trânsito pela polícia, tornando-se numa autêntica discoteca ao ar livre.

Muitos holofotes e uma potente aparelhagem sonora a passar música popular espanhola permitem que os apoiantes da candidata à liderança da comunidade madrilena, Isabel Díaz Ayuso, dancem e cantem em plena rua, visivelmente satisfeitos com as previsões de resultados da votação.

A aparelhagem tem também avançado com as notícias que se vão sabendo sobre as eleições regionais.

Face à potência do som, torna-se quase impossível conversar, pelo que a opção é mesmo celebrar com canções e danças, nem sempre cumprindo o distanciamento social, embora todos tenham surgido com máscaras, no meio de muitas bandeiras do PP e de Espanha.

"Vamos ver se isto é o princípio do fim do Governo social-comunista de [o primeiro-ministro Pedro] Sánchez. É a primeira grande vitória significativa em muito tempo. Passou muito tempo sem que conseguíssemos uma vitória tão expressiva", disse à agência Lusa Juan Carlos, um dos simpatizantes presentes na festa.

Contados que estão mais de 50% dos votos, a candidata do PP, Isabel Diaz Ayuso, mais que duplicou o número de deputados regionais, passando dos 30 para os 63, numa assembleia que conta com 136 lugares.

Com 26 deputados regionais, o Partido Socialista (PSOE) perdeu 11 face aos 37 obtidos nas eleições de 2019.

Muitos holofotes e uma potente aparelhagem sonora a passar música popular espanhola permitem que os apoiantes da candidata à liderança da comunidade madrilena, Isabel Díaz Ayuso, dancem e cantem em plena rua, visivelmente satisfeitos com as previsões de resultados da votação.

A aparelhagem tem também avançado com as notícias que se vão sabendo sobre as eleições regionais.

Face à potência do som, torna-se quase impossível conversar, pelo que a opção é mesmo celebrar com canções e danças, nem sempre cumprindo o distanciamento social, embora todos tenham surgido com máscaras, no meio de muitas bandeiras do PP e de Espanha.

"Vamos ver se isto é o princípio do fim do Governo social-comunista de [o primeiro-ministro Pedro] Sánchez. É a primeira grande vitória significativa em muito tempo. Passou muito tempo sem que conseguíssemos uma vitória tão expressiva", disse à agência Lusa Juan Carlos, um dos simpatizantes presentes na festa.

Contados que estão mais de 50% dos votos, a candidata do PP, Isabel Diaz Ayuso, mais que duplicou o número de deputados regionais, passando dos 30 para os 63, numa assembleia que conta com 136 lugares.

Com 26 deputados regionais, o Partido Socialista (PSOE) perdeu 11 face aos 37 obtidos nas eleições de 2019.