Revista Time escolhe Joe Biden e Kamala Harris como Personalidades do Ano

  • Joe Biden, Presidente eleito dos Estados Unidos da América
Nova Iorque - O Presidente eleito dos Estados Unidos Joe Biden e a vice-presidente Kamala Harris foram hoje designados Personalidades do Ano pela revista Time, anunciou a publicação.

O democrata, de 78 anos, que deverá tomar posse como 46.º Presidente dos Estados Unidos em 20 de Janeiro, e Kamala Harris, a primeira mulher a assumir o cargo, foram os preferidos da revista, deixando para trás outros três finalistas: Donald Trump, o movimento contra as desigualdades raciais desencadeado pela morte do afro-americano George Floyd e o epidemiologista norte-americano Anthony Fauci e pessoal de saúde exposto ao novo coronavírus.

A capa da revista mostra um retrato de Biden e Harris de perfil, com o título "mudando a história da América".

Num texto em que explicou a escolha, a Time recordou que todos os Presidentes norte-americanos desde Franklin D. Roosevelt foram "em algum momento durante o seu mandato Personalidade do Ano", sublinhando no entanto que esta é a primeira vez que um vice-presidente merece a distinção.

A revista recordou que Harris é "a primeira mulher eleita para o cargo, filha de pai jamaicano e de mãe indiana", considerando que a escolha "é uma mensagem poderosa", num ano de "luta épica pela justiça racial".

A Time sublinhou ainda que a dupla vencedora das eleições presidenciais de 03 de Novembro obteve o maior número de votos de sempre, derrotando Trump por sete milhões de votos e "mostrando que as forças da empatia são maiores que as fúrias da divisão".

No ano passado, a Time escolheu a activista do clima Greta Thunberg, a pessoa mais jovem a conquistar o título de Personalidade do Ano.

Desde 1927 que a revista escolhe uma personalidade ou grupo de pessoas que mais tenham marcado o ano, "para o melhor e o pior".

O democrata, de 78 anos, que deverá tomar posse como 46.º Presidente dos Estados Unidos em 20 de Janeiro, e Kamala Harris, a primeira mulher a assumir o cargo, foram os preferidos da revista, deixando para trás outros três finalistas: Donald Trump, o movimento contra as desigualdades raciais desencadeado pela morte do afro-americano George Floyd e o epidemiologista norte-americano Anthony Fauci e pessoal de saúde exposto ao novo coronavírus.

A capa da revista mostra um retrato de Biden e Harris de perfil, com o título "mudando a história da América".

Num texto em que explicou a escolha, a Time recordou que todos os Presidentes norte-americanos desde Franklin D. Roosevelt foram "em algum momento durante o seu mandato Personalidade do Ano", sublinhando no entanto que esta é a primeira vez que um vice-presidente merece a distinção.

A revista recordou que Harris é "a primeira mulher eleita para o cargo, filha de pai jamaicano e de mãe indiana", considerando que a escolha "é uma mensagem poderosa", num ano de "luta épica pela justiça racial".

A Time sublinhou ainda que a dupla vencedora das eleições presidenciais de 03 de Novembro obteve o maior número de votos de sempre, derrotando Trump por sete milhões de votos e "mostrando que as forças da empatia são maiores que as fúrias da divisão".

No ano passado, a Time escolheu a activista do clima Greta Thunberg, a pessoa mais jovem a conquistar o título de Personalidade do Ano.

Desde 1927 que a revista escolhe uma personalidade ou grupo de pessoas que mais tenham marcado o ano, "para o melhor e o pior".