Assembleia Nacional conclui hoje agenda da 8ª reunião plenária

  • Reunião Plenária da Assembleia Nacional (arquivo)
Luanda - A eleição do provedor de Justiça e do seu adjunto, pela Assembleia Nacional (AN), inicialmente prevista para quarta-feira, ocorre apenas hoje (quinta-feira).

O Grupo Parlamentar do MPLA propôs a jurista Florbela Araújo para provedora de Justiça, em substituição de Carlos Alberto Ferreira Pinto, que exercia o cargo desde Janeiro de 2018.

Para provedor-adjunto, o MPLA indicou o jurista Aguinaldo Guedes da Costa Cristóvão, em substituição de Florbela Araújo.

A agenda da reunião, em análise desde quarta-feira, contempla igualmente a discussão e votação do Projecto de Resolução que aprova, para Ratificação, o Tratado Entre a República de Angola e a República da Namíbia sobre Extradição.

Prevê, ainda, a apreciação e votação do Projecto de Resolução que aprova o Pedido de Substituição de Membros indicados pelo MPLA nas Comissões Provinciais Eleitorais.

De igual modo, está prevista a apreciação e votação do Projecto de Resolução que aprova o Pedido de Substituição de Membros indicados pelo Partido MPLA, UNITA, CASA-CE e FNLA nas Comissões Municipais Eleitorais.

O Grupo Parlamentar do MPLA propôs a jurista Florbela Araújo para provedora de Justiça, em substituição de Carlos Alberto Ferreira Pinto, que exercia o cargo desde Janeiro de 2018.

Para provedor-adjunto, o MPLA indicou o jurista Aguinaldo Guedes da Costa Cristóvão, em substituição de Florbela Araújo.

A agenda da reunião, em análise desde quarta-feira, contempla igualmente a discussão e votação do Projecto de Resolução que aprova, para Ratificação, o Tratado Entre a República de Angola e a República da Namíbia sobre Extradição.

Prevê, ainda, a apreciação e votação do Projecto de Resolução que aprova o Pedido de Substituição de Membros indicados pelo MPLA nas Comissões Provinciais Eleitorais.

De igual modo, está prevista a apreciação e votação do Projecto de Resolução que aprova o Pedido de Substituição de Membros indicados pelo Partido MPLA, UNITA, CASA-CE e FNLA nas Comissões Municipais Eleitorais.