Angola assume Secretariado Executivo da CIRGL

  • Ministro da Relações Exteriores, Téte António
Luanda - Os ministros do Comité Regional Inter-Ministerial da Conferência Internacional sobre a Região dos Grandes Lagos aprovaram, neste sábado, por consenso, a candidatura do diplomata angolano João Samuel Caholo para o posto de Secretário Executivo da organização regional.

A indicação aconteceu durante a VIII reunião virtual Inter-Ministerial, que decorreu a partir de Brazzaville (Congo).

Após essa validação da candidatura angolana, a proposta será submetida a apreciação e aprovação pelos Chefes de Estado e de Governo, que se reunirão em Cimeira prevista para o dia 20 do corrente.

O ministro das Relações Exteriores, Téte António, encabeçou a delegação angolana à referida Reunião, da qual participou também, o ministro da Defesa Nacional e Veteranos da Pátria, João Ernesto dos Santos, o Secretário de Estado para a Defesa Nacional, José de Lima, a Secretária de Estado paras Relações Exteriores, Esmeralda Mendonça, entre outros altos funcionários de departamentos ministeriais.

(Por dentro)

João Samuel Caholo, 64 anos, nasceu no dia 10 de Julho de 1956, na cidade do Luena, província do Moxico. É Engenheiro Geólogo de formação e serve a diplomacia angolana há mais de 20 anos.

Da sua longa e vasta experiência diplomática destacam-se as funções de Secretário Executivo Adjunto para a Integração Regional da SADC (2009 - 2013) e as de Secretário Executivo Adjunto da SADC (2005 – 2009).

Durante a sua trajectória diplomática, o Caholo já trabalhou para a União Africana e União Europeia, em todos os países membros da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), bem como em países da África do Norte, Oriental, Ocidental e Central.

Pelo resto do mundo, o candidato angolano dedicou o seu saber em missões nos países Nórdicos, Europa Ocidental e Federação da Rússia, América do Norte, América do Sul e Ásia.

A reunião virtual do Comité Regional Inter-Ministerial da Conferência Internacional sobre a Região dos Grandes Lagos juntou os Estados-membros e analisou, entre outros assuntos, a situação política, de segurança e sanitária na Região dos Grandes Lagos.

Os ministros analisaram, igualmente, o relatório dos coordenadores nacionais cuja reunião se realizou sexta-feira, 06, e receberam uma informação do Secretário Executivo sobre os maiores desafios do Secretariado e avaliaram o programa para a Cimeira de Chefes de Estado e de Governo.

Aprovaram o Relatório e o Comunicado Final do Comité Regional Inter-Ministerial, tendo ainda se debruçado sobre a situação das contribuições dos Estados -membros.

São membros da Conferência Internacional sobre a Região dos Grandes Lagos (CIRGL) Angola, Burundi, República Democrática do Congo, República Centro-Africana, Ruanda, Sudão, Sudão do Sul, Tanzânia, Uganda, Zâmbia e  República do Congo, que preside a organização.

A indicação aconteceu durante a VIII reunião virtual Inter-Ministerial, que decorreu a partir de Brazzaville (Congo).

Após essa validação da candidatura angolana, a proposta será submetida a apreciação e aprovação pelos Chefes de Estado e de Governo, que se reunirão em Cimeira prevista para o dia 20 do corrente.

O ministro das Relações Exteriores, Téte António, encabeçou a delegação angolana à referida Reunião, da qual participou também, o ministro da Defesa Nacional e Veteranos da Pátria, João Ernesto dos Santos, o Secretário de Estado para a Defesa Nacional, José de Lima, a Secretária de Estado paras Relações Exteriores, Esmeralda Mendonça, entre outros altos funcionários de departamentos ministeriais.

(Por dentro)

João Samuel Caholo, 64 anos, nasceu no dia 10 de Julho de 1956, na cidade do Luena, província do Moxico. É Engenheiro Geólogo de formação e serve a diplomacia angolana há mais de 20 anos.

Da sua longa e vasta experiência diplomática destacam-se as funções de Secretário Executivo Adjunto para a Integração Regional da SADC (2009 - 2013) e as de Secretário Executivo Adjunto da SADC (2005 – 2009).

Durante a sua trajectória diplomática, o Caholo já trabalhou para a União Africana e União Europeia, em todos os países membros da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), bem como em países da África do Norte, Oriental, Ocidental e Central.

Pelo resto do mundo, o candidato angolano dedicou o seu saber em missões nos países Nórdicos, Europa Ocidental e Federação da Rússia, América do Norte, América do Sul e Ásia.

A reunião virtual do Comité Regional Inter-Ministerial da Conferência Internacional sobre a Região dos Grandes Lagos juntou os Estados-membros e analisou, entre outros assuntos, a situação política, de segurança e sanitária na Região dos Grandes Lagos.

Os ministros analisaram, igualmente, o relatório dos coordenadores nacionais cuja reunião se realizou sexta-feira, 06, e receberam uma informação do Secretário Executivo sobre os maiores desafios do Secretariado e avaliaram o programa para a Cimeira de Chefes de Estado e de Governo.

Aprovaram o Relatório e o Comunicado Final do Comité Regional Inter-Ministerial, tendo ainda se debruçado sobre a situação das contribuições dos Estados -membros.

São membros da Conferência Internacional sobre a Região dos Grandes Lagos (CIRGL) Angola, Burundi, República Democrática do Congo, República Centro-Africana, Ruanda, Sudão, Sudão do Sul, Tanzânia, Uganda, Zâmbia e  República do Congo, que preside a organização.