Angola e Nicarágua reforçam cooperação

Luanda - As Repúblicas de Angola e da Nicarágua apostam no reforço e alargamento das históricas relações de amizade e cooperação bilateral, no âmbito da cooperação sul-sul.

De acordo com uma nota da Embaixada de Angola em Havana (Cuba), os chefes das missões diplomáticas angolana e nicaraguense naquele país das Caraíbas, respectivamente, Maria Cândida Pereira Teixeira e Luis Cabrera González, passaram, esta segunda-feira, em revista o estado das relações bilaterais e questões da actualidade internacional.

No encontro, os dois diplomatas constataram que a solidariedade entre os povos e países em desenvolvimento contribui para o bem-estar das populações e o cumprimento de metas de desenvolvimento estabelecidas internacionalmente.

Luis Cabrera González formalizou o convite à sua homóloga angolana para visitar a Nicarágua nos próximos dias, na qualidade de embaixadora de Angola não residente acreditada desde 1 de Setembro do ano em curso como digna representante do seu país.

Por altura da formalização da sua creditação junto do Estado nicaraguense, a embaixadora enfatizou que espera colher a experiência daquele país nas áreas da agricultura, pecuária, turismo, exploração de ouro, prata, sal e cobre.

De acordo com uma nota da Embaixada de Angola em Havana (Cuba), os chefes das missões diplomáticas angolana e nicaraguense naquele país das Caraíbas, respectivamente, Maria Cândida Pereira Teixeira e Luis Cabrera González, passaram, esta segunda-feira, em revista o estado das relações bilaterais e questões da actualidade internacional.

No encontro, os dois diplomatas constataram que a solidariedade entre os povos e países em desenvolvimento contribui para o bem-estar das populações e o cumprimento de metas de desenvolvimento estabelecidas internacionalmente.

Luis Cabrera González formalizou o convite à sua homóloga angolana para visitar a Nicarágua nos próximos dias, na qualidade de embaixadora de Angola não residente acreditada desde 1 de Setembro do ano em curso como digna representante do seu país.

Por altura da formalização da sua creditação junto do Estado nicaraguense, a embaixadora enfatizou que espera colher a experiência daquele país nas áreas da agricultura, pecuária, turismo, exploração de ouro, prata, sal e cobre.