Executivo investe Kz mais de um bilião na construção de quatro estabelecimentos prisionais

Ndalatando - O Executivo angolano vai investir, este ano, um bilião e trezentos milhões de kwanzas na construção de quatro estabelecimentos prisionais nos municípios de  Cacongo (Cabinda), Moxico (Moxico), Caçosso (Cuanza Sul) e Cuquema (Bié).

A informação foi avançada, nesta quarta-feira, à imprensa, pelo director para área de infra-estruturas e equipamentos do Ministério do Interior, comissário Carlos Albino, adiantando que as infra-estruturas terão capacidade para albergar mil e 200 reclusos cada e vão contribuir para o descongestionamento dos estabelecimentos prisionais no país.

De acordo com o oficial superior da Polícia Nacional, que falava no acto de inauguração do novo edifício do Ministério do Interior no Cuanza Norte, o Executivo prevê também a construção de quatro quartéis de bombeiros a nível do país e 22 comandos municipais integrados.

Na ocasião, o governador do Cuanza Norte, Adriano Mendes de Carvalho, disse que o Executivo vai continuar a trabalhar no sentido de melhorar, cada vez mais, o policiamento de proximidade e elevar as condições de trabalho dos efectivos.

O acto foi presidido pelo ministro do Interior, Eugénio Laborinho, que não ocasião procedeu ao lançamento da primeira pedra para a construção dos serviços integrados do sector nos municípios de Cambambe e Cazengo.

A informação foi avançada, nesta quarta-feira, à imprensa, pelo director para área de infra-estruturas e equipamentos do Ministério do Interior, comissário Carlos Albino, adiantando que as infra-estruturas terão capacidade para albergar mil e 200 reclusos cada e vão contribuir para o descongestionamento dos estabelecimentos prisionais no país.

De acordo com o oficial superior da Polícia Nacional, que falava no acto de inauguração do novo edifício do Ministério do Interior no Cuanza Norte, o Executivo prevê também a construção de quatro quartéis de bombeiros a nível do país e 22 comandos municipais integrados.

Na ocasião, o governador do Cuanza Norte, Adriano Mendes de Carvalho, disse que o Executivo vai continuar a trabalhar no sentido de melhorar, cada vez mais, o policiamento de proximidade e elevar as condições de trabalho dos efectivos.

O acto foi presidido pelo ministro do Interior, Eugénio Laborinho, que não ocasião procedeu ao lançamento da primeira pedra para a construção dos serviços integrados do sector nos municípios de Cambambe e Cazengo.