Governo enaltece papel de Neto

  • Agostinho Neto, primeiro Presidente de Angola
Ndalantado - O Governo Provincial do Cuanza Norte enalteceu hoje (quarta-feira), em Ndalatando, o papel do primeiro Presidente de Angola, António Agostinho Neto, para a unidade nacional e condenou todas as atitudes carregadas de tribalismo, regionalismo e racismo.

Numa declaração, por ocasião do 17 de Setembro, Dia do Fundador da Nação e do Herói Nacional, o Governo sublinhou que Agostinho Neto estimulou a proibição das atitudes que incitam a desunião, com a célebre frase “De Cabinda ao Cunene um só Povo uma só Nação”.

O Governo do Cuanza Norte pede à população que reconheça o papel decisivo do saudoso Presidente, numa declaração, que marca a abertura das actividades comemorativas do 17 de Setembro.

A declaração assinala que a vida de Agostinho Neto foi sempre marcada por intensas e incessantes lutas pela independência nacional, para uma Angola melhor.

As comemorações decorrem sob o lema “Com os ideais de Neto, honremos a Pátria Angolana”  e visam  promover, continuamente, acções que possam exaltar, a real dimensão politica, cultural, académica e humanista de Agostinho Neto.

O programa contempla actividades politicas, sociais, culturais e desportivas, com destaque para um culto ecuménico, uma mesa redonda e uma palestra sobre a vida e obra de Agostinho Neto, assim como a sua trajectória governativa.

Agostinho Neto nasceu na aldeia de Caxicane, Icolo e Bengo, a 17 de Setembro de 1922.

Numa declaração, por ocasião do 17 de Setembro, Dia do Fundador da Nação e do Herói Nacional, o Governo sublinhou que Agostinho Neto estimulou a proibição das atitudes que incitam a desunião, com a célebre frase “De Cabinda ao Cunene um só Povo uma só Nação”.

O Governo do Cuanza Norte pede à população que reconheça o papel decisivo do saudoso Presidente, numa declaração, que marca a abertura das actividades comemorativas do 17 de Setembro.

A declaração assinala que a vida de Agostinho Neto foi sempre marcada por intensas e incessantes lutas pela independência nacional, para uma Angola melhor.

As comemorações decorrem sob o lema “Com os ideais de Neto, honremos a Pátria Angolana”  e visam  promover, continuamente, acções que possam exaltar, a real dimensão politica, cultural, académica e humanista de Agostinho Neto.

O programa contempla actividades politicas, sociais, culturais e desportivas, com destaque para um culto ecuménico, uma mesa redonda e uma palestra sobre a vida e obra de Agostinho Neto, assim como a sua trajectória governativa.

Agostinho Neto nasceu na aldeia de Caxicane, Icolo e Bengo, a 17 de Setembro de 1922.