Efectivos do Exército terminam curso de tanques

Huambo - Cento e 75 especialistas de blindados, do Exército, terminaram hoje (quinta-feira) o 15º curso de tanques em acto orientado pelo chefe de direcção de Ensino deste ramo das Forças Armadas Angolanas, tenente-general Simão Carlitos Wala.

Durante seis meses de formação, os especialistas foram capacitados em matérias teóricas e práticas de artilharia de tanques, condução, manunciadores, entre outras temáticas.

Ao intervir no acto, o tenente-general Simão Carlitos Wala referiu tratar-se de uma especialização do efectivo do Exército, no quadro da redobrada responsabilidade que se pretende na condução dos meios blindados das unidades do Exército.

Para o efeito, informou que o Comando do Exército definiu, no seu plano estratégico, a reorganização e formação de unidades blindadas no país.

Deste modo, reconheceu o espírito de sacrifício consentido pelos formandos e formadores, aos quais exortou a preservar os valores mais altos da ética da moral militar.

O responsável castrense destacou as instituições de ensino militar como lugares de grande dignidade, por cultivarem as virtudes que caracterizam os militares, além de serem uma referência de cidadania e serviço à pátria.

Durante seis meses de formação, os especialistas foram capacitados em matérias teóricas e práticas de artilharia de tanques, condução, manunciadores, entre outras temáticas.

Ao intervir no acto, o tenente-general Simão Carlitos Wala referiu tratar-se de uma especialização do efectivo do Exército, no quadro da redobrada responsabilidade que se pretende na condução dos meios blindados das unidades do Exército.

Para o efeito, informou que o Comando do Exército definiu, no seu plano estratégico, a reorganização e formação de unidades blindadas no país.

Deste modo, reconheceu o espírito de sacrifício consentido pelos formandos e formadores, aos quais exortou a preservar os valores mais altos da ética da moral militar.

O responsável castrense destacou as instituições de ensino militar como lugares de grande dignidade, por cultivarem as virtudes que caracterizam os militares, além de serem uma referência de cidadania e serviço à pátria.