Embaixador João Quiosa apresenta cartas credenciais no Ghana

  • Embaixador de Angola no Ghana, João Baptista Domingos Quiosa
Luanda – O novo embaixador de Angola no Ghana, João Domingos Baptista Quiosa, apresentou, sexta-feira, em Accra, as cartas credenciais ao Presidente Nana Akufo-Addo.

Durante a cerimónia, o Chefe de Estado do Ghana, Nana Akoufo-Addo, destacou os laços de amizade entre os dois povos e o facto de comungarem a mesma visão sobre o futuro de África.

Nana Akufo-Addo manifestou ainda o desejo de ver, em breve, a companhia aérea angolana, TAAG, a aterrar em Accra, bem como a realização da reunião bilateral para dar seguimento ao compromisso assumido pelos dois presidentes recentemente.

Por seu turno, o diplomata angolano reafirmou o compromisso de estreitar ainda mais as relações políticas, económicas e culturais entre os dois estados e povos.

João Quiosa  destacou ainda o facto de Accra ter a sede da Zona de Comércio Livre Continental Africana (ZCLCA) e o apoio ghanês durante a luta de libertação de Angola.

Assistiram a cerimónia membros do Governo do Ghana e funcionários da missão diplomática angolana.

Angola e o Ghana, que partilham uma história comum na luta pelas independências nacionais, rubricaram os primeiros instrumentos jurídicos e de cooperação em 1976.

 

Durante a cerimónia, o Chefe de Estado do Ghana, Nana Akoufo-Addo, destacou os laços de amizade entre os dois povos e o facto de comungarem a mesma visão sobre o futuro de África.

Nana Akufo-Addo manifestou ainda o desejo de ver, em breve, a companhia aérea angolana, TAAG, a aterrar em Accra, bem como a realização da reunião bilateral para dar seguimento ao compromisso assumido pelos dois presidentes recentemente.

Por seu turno, o diplomata angolano reafirmou o compromisso de estreitar ainda mais as relações políticas, económicas e culturais entre os dois estados e povos.

João Quiosa  destacou ainda o facto de Accra ter a sede da Zona de Comércio Livre Continental Africana (ZCLCA) e o apoio ghanês durante a luta de libertação de Angola.

Assistiram a cerimónia membros do Governo do Ghana e funcionários da missão diplomática angolana.

Angola e o Ghana, que partilham uma história comum na luta pelas independências nacionais, rubricaram os primeiros instrumentos jurídicos e de cooperação em 1976.