Empresa dos EAU investe USD 190 milhões na modernização do Porto de Luanda

  • Presidente da República, João Lourenço (à dir.), recebe Sultan Ahmad Bin Sulayen, dos EAU
  • Sultan Ahmad Bin Sulayen dos Emirados Arabes Unidos, falando à imprensa
Luanda – Cento e noventa (190) milhões de Dólares americanos serão investidos, nos próximos 20 anos, pela empresa DP World Limitada, dos Emirados Árabes Unidos, na exploração, desenvolvimento, modernização e expansão do terminal multiuso do Porto de Luanda.

O facto foi anunciado esta segunda-feira à imprensa pelo presidente do Conselho de Administração da DP World Limitada, sultão Ahmad Bin Sulayen, no final de uma audiência com o Presidente  angolano, João Lourenço.

O Governo angolano e a empresa DP World assinaram hoje o contrato de concessão para exploração do terminal multiuso do Porto de Luanda.

O sultão Ahmad Bin Sulayen disse que a DP World pretende alavancar a actividade no Porto de Luanda e utilizar as conexões a nível do mundo para trazer mais investimentos para Angola.

Para o ministro dos Transportes, Ricardo de Abreu, que assistiu à audiência, a DP World Limitada é um parceiro importante a nível do continente africano e mundial.

 O governante angolano entende que a parceria com a empresa dos Emirados Árabes Unidos vai ajudar a melhorar a capacidade logística de Angola.

“Temos um grande défice de quadros no segmento marítimo e portuário do país, daí que acautelamos a formação de quadros no carderno de encargos com a DP World Limitada”, especificou o ministro.

Angola e os Emirados Árabes Unidos têm forte cooperação nos sectores do petróleo e gás, mineiro, comércio e investimento, energia, defesa, transportes, agricultura, pesca, banca, telecomunicações e finanças e fisco.

O facto foi anunciado esta segunda-feira à imprensa pelo presidente do Conselho de Administração da DP World Limitada, sultão Ahmad Bin Sulayen, no final de uma audiência com o Presidente  angolano, João Lourenço.

O Governo angolano e a empresa DP World assinaram hoje o contrato de concessão para exploração do terminal multiuso do Porto de Luanda.

O sultão Ahmad Bin Sulayen disse que a DP World pretende alavancar a actividade no Porto de Luanda e utilizar as conexões a nível do mundo para trazer mais investimentos para Angola.

Para o ministro dos Transportes, Ricardo de Abreu, que assistiu à audiência, a DP World Limitada é um parceiro importante a nível do continente africano e mundial.

 O governante angolano entende que a parceria com a empresa dos Emirados Árabes Unidos vai ajudar a melhorar a capacidade logística de Angola.

“Temos um grande défice de quadros no segmento marítimo e portuário do país, daí que acautelamos a formação de quadros no carderno de encargos com a DP World Limitada”, especificou o ministro.

Angola e os Emirados Árabes Unidos têm forte cooperação nos sectores do petróleo e gás, mineiro, comércio e investimento, energia, defesa, transportes, agricultura, pesca, banca, telecomunicações e finanças e fisco.