FNLA quer espírito de irmandade entre os militantes

  • Bandeira da FNLA
Huambo - O 1º secretário da FNLA na província do Huambo, José Sanji Ucuassapi, pediu, neste sábado, maior responsabilidade e espírito de irmandade entre os militantes, para a edificação da organização político-partidária.

José Sanji Ukuassapi falava durante a assembleia de eleição dos 10 delegados ao V congresso ordinário da FNLA, a decorrer de 16 a 18 deste mês, em Luanda, capital do país.

Disse ser fundamental que os membros e militantes do partido tenham a cultura de rejeitar todas as formas de totalitarismo e situações que atentam contra a dignidade humana, pautando pelo respeito pelas diferenças político-partidárias.

"Precisamos trabalhar para a conciliação, sobretudo moderada e que privilegie, acima de tudo, as tradições, a obediência às autoridades, as boas relações com familiares e vizinhos, para além da elevação do papel das comunidades intermédias e contributo no processo da construção do Estado democrático e de direito", disse.

Deste modo, destacou a importância da FNLA no processo da luta armada de libertação nacional, facto este, que eleva a responsabilidade deste partido em continuar a trabalhar para o alcance dos objectos que nortearam a batalha pela liberdade dos angolanos, alcançada há mais de 40 anos.

José Sanji Ukuassapi solicitou ao Governo que trabalhr a favor da melhoria das condições sócio-economicas dos angolanos, com foco no combate à pobreza.

O evento foi acompanhado pelos membros do conselho político da FNLA, encabeçados por Mavitidi Dilu.

José Sanji Ukuassapi falava durante a assembleia de eleição dos 10 delegados ao V congresso ordinário da FNLA, a decorrer de 16 a 18 deste mês, em Luanda, capital do país.

Disse ser fundamental que os membros e militantes do partido tenham a cultura de rejeitar todas as formas de totalitarismo e situações que atentam contra a dignidade humana, pautando pelo respeito pelas diferenças político-partidárias.

"Precisamos trabalhar para a conciliação, sobretudo moderada e que privilegie, acima de tudo, as tradições, a obediência às autoridades, as boas relações com familiares e vizinhos, para além da elevação do papel das comunidades intermédias e contributo no processo da construção do Estado democrático e de direito", disse.

Deste modo, destacou a importância da FNLA no processo da luta armada de libertação nacional, facto este, que eleva a responsabilidade deste partido em continuar a trabalhar para o alcance dos objectos que nortearam a batalha pela liberdade dos angolanos, alcançada há mais de 40 anos.

José Sanji Ukuassapi solicitou ao Governo que trabalhr a favor da melhoria das condições sócio-economicas dos angolanos, com foco no combate à pobreza.

O evento foi acompanhado pelos membros do conselho político da FNLA, encabeçados por Mavitidi Dilu.