FNLA remarca congresso para Setembro

  • Bandeira da FNLA
Luanda – O V Congresso do partido FNLA, inicialmente marcado para 22 de Agosto, acontece de 16 a 18 de Setembro deste ano, informou nesta quarta-feira, em Luanda, o porta-voz da comissão preparatória do conclave, Ndonga Nzinga.

Numa conferência de imprensa, convocada para o efeito, o político afirmou que o adiamento do evento se deve a problemas técnicos, financeiros e logísticos.

Salientou que pretendem realizar um congresso inclusivo e de harmonia, tendo para o efeito sido encetados contactos, no mês transacto, entre a direcção do partido liderada por Lucas Ngonda e o grupo de Ngola Kabangu.

Frisou que o Tribunal Constitucional foi  informado em tempo oportuno da marcação de novas datas para a realização do V Congresso ordinário desse partido histórico, que vai decorrer sob o lema “FNLA unidos na diversidade venceremos”.

Em relação à aprovação das candidaturas a presidente do partido, a comissão preparatória validou, até ao momento, a de Tristão Ernesto, ficando pendentes seis.

Entre as candidaturas pendentes estão as de  Fernando Pedro Gomes, Joveth José de Sousa, Álvaro Manuel, Carlito Roberto, José Fernando Fula e Lucas Benghy Ngonda.

 Ndonga Nzinga disse que a reabertura das candidaturas vai ocorrer brevemente, pata que os aspirantes ao posto possam fazê-lo conforme os princípios democráticos estabelecidos na Lei dos Partidos Políticos e em obediência aos critérios definidos nos Estatutos e Regulamentos de Organização e Funcionamento das Estruturas da FNLA.

Na ocasião, anunciou o afastamento da coordenadora da comissão preparatória Amélia Florinda António, por supostamente estar a preparar um congresso ilegal e ilegítimo à revelia da direcção do partido e em contraste com as normas estatutárias.

 

Numa conferência de imprensa, convocada para o efeito, o político afirmou que o adiamento do evento se deve a problemas técnicos, financeiros e logísticos.

Salientou que pretendem realizar um congresso inclusivo e de harmonia, tendo para o efeito sido encetados contactos, no mês transacto, entre a direcção do partido liderada por Lucas Ngonda e o grupo de Ngola Kabangu.

Frisou que o Tribunal Constitucional foi  informado em tempo oportuno da marcação de novas datas para a realização do V Congresso ordinário desse partido histórico, que vai decorrer sob o lema “FNLA unidos na diversidade venceremos”.

Em relação à aprovação das candidaturas a presidente do partido, a comissão preparatória validou, até ao momento, a de Tristão Ernesto, ficando pendentes seis.

Entre as candidaturas pendentes estão as de  Fernando Pedro Gomes, Joveth José de Sousa, Álvaro Manuel, Carlito Roberto, José Fernando Fula e Lucas Benghy Ngonda.

 Ndonga Nzinga disse que a reabertura das candidaturas vai ocorrer brevemente, pata que os aspirantes ao posto possam fazê-lo conforme os princípios democráticos estabelecidos na Lei dos Partidos Políticos e em obediência aos critérios definidos nos Estatutos e Regulamentos de Organização e Funcionamento das Estruturas da FNLA.

Na ocasião, anunciou o afastamento da coordenadora da comissão preparatória Amélia Florinda António, por supostamente estar a preparar um congresso ilegal e ilegítimo à revelia da direcção do partido e em contraste com as normas estatutárias.