Forças Armadas Angolanas instauram inquérito ao tenente-general Wala

  • General Wala
Luanda - O Estado Maior General das Forças Armadas Angolanas anunciou, nesta quarta-feira, a instauração de um inquérito ao tenente-general Simão Carlitos Wala, para apurar as circunstâncias do seu desentendimento com uma cidadã angolana, num local público, no dia 28 de Fevereiro.

Em comunicado, o Estado Maior General adianta que o processo foi instaurado pelo Conselho Superior de Disciplina Militar, por entender que se trata de um assunto público que merece o devido esclarecimento.

Sublinha que as Forças Armadas Angolanas têm uma relação salutar com o povo, de que são oriundas, e vão continuar a defender os legítimos interesses da Nação, incluindo o direito à Justiça.

Apela, por isso, à sociedade a manter-se calma e não se deixar levar pela carga informativa com tendência especulativa das redes sociais, pois já foram tomadas as providências necessárias.

O inquérito ocorre na sequência de um vídeo divulgado nas redes sociais que mostra o oficial general, num local público, a discutir com uma cidadã, no último mês de Fevereiro.

A discussão culminou com a detenção da mulher numa esquadra policial, durante uma noite, por intervenção solicitada à Policia Nacional.

Em comunicado, o Estado Maior General adianta que o processo foi instaurado pelo Conselho Superior de Disciplina Militar, por entender que se trata de um assunto público que merece o devido esclarecimento.

Sublinha que as Forças Armadas Angolanas têm uma relação salutar com o povo, de que são oriundas, e vão continuar a defender os legítimos interesses da Nação, incluindo o direito à Justiça.

Apela, por isso, à sociedade a manter-se calma e não se deixar levar pela carga informativa com tendência especulativa das redes sociais, pois já foram tomadas as providências necessárias.

O inquérito ocorre na sequência de um vídeo divulgado nas redes sociais que mostra o oficial general, num local público, a discutir com uma cidadã, no último mês de Fevereiro.

A discussão culminou com a detenção da mulher numa esquadra policial, durante uma noite, por intervenção solicitada à Policia Nacional.