Governante destaca feitos do general Chilinguitila

  • General na reserva Demósthenes Chilingutila
Luanda - A contribuição do general Demósthenes Chilingutila na criação das Forças Armadas Angolanas (FAA) foi enaltecida quarta-feira, em Luanda, pelo ministro de Estado e chefe da Casa de Segurança do Presidente da República, Pedro Sebastião.

O general Pedro Sebastião destacou o feito, em declarações à imprensa, no final de uma cerimónia de homenagem ao antigo vice-ministro da Defesa para os Recursos Materiais, general na reforma Demósthenes Chilingutila, falecido no domingo transacto, vítima de doença.

Reconheceu que Chilingutila dedicou a sua juventude a harmonizar e a criar consensos entre cidadãos, e procurou sempre a consolidação da paz em Angola.

Pedro Sebastião revelou que privou momentos de amizade e respeito com Demósthenes Chilingutila em regiões como Kinshasa (República Democrática do Congo), Bicesse (Portugal) e em Angola - no Ministério da Defesa e na Assembleia Nacional.

Considerou o general Chilingutila como um amigo e companheiro, com quem dialogava assuntos importantes do país.

Por sua vez, o general na reforma Felino Yakuvela "Apolo" caracterizou Demósthenes Chilingutila como um patriota disponível, sempre pronto a ajudar o próximo, cidadão aberto ao diálogo e zeloso chefe de família.

Lembrou que Chilingutila lutou incansavelmente pelos valores em que acreditava e foi um homem de princípios, que devem ser transmitidos às gerações vindouras, como símbolo de entrega abnegada para o alcance e consolidação da paz e da unidade nacional.

Já Paulo Lukamba “Gato”, deputado da UNITA, afirmou que o seu partido perdeu um homem de consensos, construtor de pontes para o diálogo, que deixa um vazio no seio da organização num momento crucial que o país atravessa.

Considerou a cerimónia, realizada no Quartel-General das FAA, como uma merecida homenagem a quem dedicou a vida pela causa da pátria.

Demósthenes Amós Chilingutila destacou-se no processo de formação das FAA, exerceu o cargo de vice-ministro da Defesa para os Recursos Materiais e Infra-estrutura do Governo de Unidade e Reconciliação Nacional e foi deputado à Assembleia Nacional (2008-2017).

Nasceu no dia 30 de Novembro de 1947 (73 anos), na província do Bié.

O general Pedro Sebastião destacou o feito, em declarações à imprensa, no final de uma cerimónia de homenagem ao antigo vice-ministro da Defesa para os Recursos Materiais, general na reforma Demósthenes Chilingutila, falecido no domingo transacto, vítima de doença.

Reconheceu que Chilingutila dedicou a sua juventude a harmonizar e a criar consensos entre cidadãos, e procurou sempre a consolidação da paz em Angola.

Pedro Sebastião revelou que privou momentos de amizade e respeito com Demósthenes Chilingutila em regiões como Kinshasa (República Democrática do Congo), Bicesse (Portugal) e em Angola - no Ministério da Defesa e na Assembleia Nacional.

Considerou o general Chilingutila como um amigo e companheiro, com quem dialogava assuntos importantes do país.

Por sua vez, o general na reforma Felino Yakuvela "Apolo" caracterizou Demósthenes Chilingutila como um patriota disponível, sempre pronto a ajudar o próximo, cidadão aberto ao diálogo e zeloso chefe de família.

Lembrou que Chilingutila lutou incansavelmente pelos valores em que acreditava e foi um homem de princípios, que devem ser transmitidos às gerações vindouras, como símbolo de entrega abnegada para o alcance e consolidação da paz e da unidade nacional.

Já Paulo Lukamba “Gato”, deputado da UNITA, afirmou que o seu partido perdeu um homem de consensos, construtor de pontes para o diálogo, que deixa um vazio no seio da organização num momento crucial que o país atravessa.

Considerou a cerimónia, realizada no Quartel-General das FAA, como uma merecida homenagem a quem dedicou a vida pela causa da pátria.

Demósthenes Amós Chilingutila destacou-se no processo de formação das FAA, exerceu o cargo de vice-ministro da Defesa para os Recursos Materiais e Infra-estrutura do Governo de Unidade e Reconciliação Nacional e foi deputado à Assembleia Nacional (2008-2017).

Nasceu no dia 30 de Novembro de 1947 (73 anos), na província do Bié.