Huambo: OMA aposta na agricultura

Huambo – O relançamento dos projectos agro-pecuários, com foco no combate à pobreza e no empoderamento da mulher rural, constitui a principal estratégia da nova secretária da OMA na província do Huambo, Dolina Nassocópia Miguel Tchinhama.

A substituta de Bibiana Nandombua, que exerceu o cargo por 10 anos, foi eleita hoje durante a XI assembleia ordinária da Organização da Mulher Angolana (OMA), com 554 votos a favor, dos 577 possíveis.

Dolina Nassocópia realçou a importância do associativismo para as famílias camponesas, com realce para a mulher rural.

Comprometeu-se, igualmente, em continuar com as acções de mobilização de novos membros, com vista a manter a hegemonia da organização feminina.

Destacou ainda, entre outras, o reforço das acções de solidariedade e aumento da sensibilização sobre as medidas de biossegurança, para evitar a propagação da Covid-19.

Por sua vez, a 1ª secretaria do MPLA no Huambo,  Lotti Nolika, enalteceu os feitos da secretária cessante, com destaque para o aumento do número de membros, promoção da formação da mulher rural, entre outros.

Encorajo a nova responsável da OMA no Huambo a trabalhar “com todos e para todos”.

Antiga jornalista da Agência Angola Press (ANGOP), Dolina Nassocópia Miguel Tchinhama é membro do Bureau Político do Comité Central do MPLA.

Além da secretária executiva, as militantes da OMA elegeram Maria da Conceição Katuvala Sacuma, secretária provincial adjunta, Esperança Lúcia Filomena, secretária para o departamento de promoção da mulher e novas tecnologias, Kalende Kalivala, secretária para solidariedade e aconselhamento jurídico.

A militante Luísa Ngueve foi eleita para coordenar a Comissão de Disciplina e Auditoria.

A substituta de Bibiana Nandombua, que exerceu o cargo por 10 anos, foi eleita hoje durante a XI assembleia ordinária da Organização da Mulher Angolana (OMA), com 554 votos a favor, dos 577 possíveis.

Dolina Nassocópia realçou a importância do associativismo para as famílias camponesas, com realce para a mulher rural.

Comprometeu-se, igualmente, em continuar com as acções de mobilização de novos membros, com vista a manter a hegemonia da organização feminina.

Destacou ainda, entre outras, o reforço das acções de solidariedade e aumento da sensibilização sobre as medidas de biossegurança, para evitar a propagação da Covid-19.

Por sua vez, a 1ª secretaria do MPLA no Huambo,  Lotti Nolika, enalteceu os feitos da secretária cessante, com destaque para o aumento do número de membros, promoção da formação da mulher rural, entre outros.

Encorajo a nova responsável da OMA no Huambo a trabalhar “com todos e para todos”.

Antiga jornalista da Agência Angola Press (ANGOP), Dolina Nassocópia Miguel Tchinhama é membro do Bureau Político do Comité Central do MPLA.

Além da secretária executiva, as militantes da OMA elegeram Maria da Conceição Katuvala Sacuma, secretária provincial adjunta, Esperança Lúcia Filomena, secretária para o departamento de promoção da mulher e novas tecnologias, Kalende Kalivala, secretária para solidariedade e aconselhamento jurídico.

A militante Luísa Ngueve foi eleita para coordenar a Comissão de Disciplina e Auditoria.