IGAE em todo país dentro de um mês

  • Sebastião Ngunza, Inspector Geral da Administração do Estado
Caxito - O Inspector-geral da Administração do Estado, Sebastião Domingos Gunza, anunciou, para os próximos 30 dias, a conclusão da implantação das estruturas da instituição nas 18 províncias do país.

Até ao momento, a Inspecção-Geral da Administração do Estado (IGAE) está representado em 11 das 18 províncias do país.

A IGAE tem representações em Luanda, Benguela, Cabinda, na Huíla, no Bengo, Huambo, Cunene, Cuanza Sul, Cuanza Norte, no Cuando Cubango e Namibe.

Sebastião Domingos Gunza, que falava à margem da cerimónia de apresentação do responsável provincial da IGAE no Bengo, Manuel Rodrigues, lembrou que a extensão dos serviços da instituição se enquadra na reforma da função inspectiva, em curso.

No quadro da reforma foram extintos os Gabinetes Provinciais de Inspecção, afectos aos Governos Provinciais, para dar lugar a delegações.

“A missão deste órgão, além do combate à corrupção, é a moralização da sociedade e contribuir para a boa governação”, afirmou Sebastião Domingos Gunza, tendo esclarecido que a “IGAE é uma instituição auxiliar da governação”.

O delegado provincial da IGAE no Bengo, Manuel Rodrigues, afirmou que, numa primeira fase, o seu trabalho vai pautar pela sensibilização dos gestores públicos para a boa gestão do erário.

Presente ao acto, a governadora provincial do Bengo, Mara Quiosa, prometeu apoio institucional ao delegado do IGAE.

Até ao momento, a Inspecção-Geral da Administração do Estado (IGAE) está representado em 11 das 18 províncias do país.

A IGAE tem representações em Luanda, Benguela, Cabinda, na Huíla, no Bengo, Huambo, Cunene, Cuanza Sul, Cuanza Norte, no Cuando Cubango e Namibe.

Sebastião Domingos Gunza, que falava à margem da cerimónia de apresentação do responsável provincial da IGAE no Bengo, Manuel Rodrigues, lembrou que a extensão dos serviços da instituição se enquadra na reforma da função inspectiva, em curso.

No quadro da reforma foram extintos os Gabinetes Provinciais de Inspecção, afectos aos Governos Provinciais, para dar lugar a delegações.

“A missão deste órgão, além do combate à corrupção, é a moralização da sociedade e contribuir para a boa governação”, afirmou Sebastião Domingos Gunza, tendo esclarecido que a “IGAE é uma instituição auxiliar da governação”.

O delegado provincial da IGAE no Bengo, Manuel Rodrigues, afirmou que, numa primeira fase, o seu trabalho vai pautar pela sensibilização dos gestores públicos para a boa gestão do erário.

Presente ao acto, a governadora provincial do Bengo, Mara Quiosa, prometeu apoio institucional ao delegado do IGAE.