Líderes da CIRGL rendem homenagem a Idriss Déby

  • Presidente do Tchad, Idriss Deby Itno, durante uma estadia em Angola (Arquivo)
Luanda – Os Chefes de Estado e de Governo da Conferência Internacional sobre a Região dos Grandes Lagos (CIRGL) renderam homenagem ao Presidente do Tchad, Idriss Déby Itno, falecido esta terça-feira, depois de ferido em combate.

A homenagem teve lugar durante a sessão de encerramento da mini-Cimeira de Chefes de Estado da CIRGL, realizada em Luanda, e que debateu questões de segurança na República Centro Africana (RCA).

Ao discursar na sessão de encerramento, o Presidente angolano, João Lourenço, afirmou que a morte de Idris Déby Itno “surpreendeu a África”.

Idriss Déby Itno, cujo país é um dos Estados Membros da CIRGL, faleceu esta terça-feira, como resultado de ferimentos graves em combate, um dia depois de ter sido declarado vencedor das eleições presidenciais de 11 deste mês.

Nascido em Berdoba (Tchad), aos 18 de Junho de 1952, o marechal Idriss Déby era Presidente Tchad desde 1990 e líder do Movimento Patriótico de Salvação.

A mini-Cimeira foi orientada por João Lourenço, na qualidade de líder da CIRGL, e participaram na mesma os Presidentes da República Centro Africana, Faustin Touaderá, da República do Congo, Dennis Sassou Nguesso (assume a presidência da Comunidade Económica dos Estados da África Central - CEEAC), do Rwanda, Paul Kagame, e do Conselho Soberano de Transição do Sudão, Abdul Fatah al-Burhan.  

Estiveram igualmente presentes delegações de alto nível dos Camarões e da República Democrática do Congo (RDC).

A homenagem teve lugar durante a sessão de encerramento da mini-Cimeira de Chefes de Estado da CIRGL, realizada em Luanda, e que debateu questões de segurança na República Centro Africana (RCA).

Ao discursar na sessão de encerramento, o Presidente angolano, João Lourenço, afirmou que a morte de Idris Déby Itno “surpreendeu a África”.

Idriss Déby Itno, cujo país é um dos Estados Membros da CIRGL, faleceu esta terça-feira, como resultado de ferimentos graves em combate, um dia depois de ter sido declarado vencedor das eleições presidenciais de 11 deste mês.

Nascido em Berdoba (Tchad), aos 18 de Junho de 1952, o marechal Idriss Déby era Presidente Tchad desde 1990 e líder do Movimento Patriótico de Salvação.

A mini-Cimeira foi orientada por João Lourenço, na qualidade de líder da CIRGL, e participaram na mesma os Presidentes da República Centro Africana, Faustin Touaderá, da República do Congo, Dennis Sassou Nguesso (assume a presidência da Comunidade Económica dos Estados da África Central - CEEAC), do Rwanda, Paul Kagame, e do Conselho Soberano de Transição do Sudão, Abdul Fatah al-Burhan.  

Estiveram igualmente presentes delegações de alto nível dos Camarões e da República Democrática do Congo (RDC).