JMPLA deve mobilizar a juventude em prol da unidade nacional

Malanje - O segundo secretário do Comité Provincial do MPLA em Malanje, Manuel Carvalho da Costa, exortou hoje (domingo) a JMPLA a mobilizar a juventude em prol da preservação da paz, unidade, reconstrução e desenvolvimento nacional.

Manuel Carvalho da Costa considerou que, enquanto viveiro do MPLA, a JMPLA deve sempre levar a cabo tarefas que concorrem para coesão nacional, incentivando os militantes a participar activamente na vida política, social e económica do país.

Falando durante o acto provincial antecipado alusivo ao 23 de Novembro, data da fundação da JMPLA, no município de Calandula, o político disse ser imprescindível a contínua promoção da cidadania, consciência moral e cívica, bem como a participação dos militantes, amigos e simpatizantes da JMPLA na defesa dos ideais da justiça, liberdade, democracia e patriotismo como bases para uma Angola una e indivisível.

O político apelou aos jovens no sentido de evitarem as campanhas que correm nas redes sociais tendentes a manchar a imagem do partido e do Executivo.

Por sua vez, o primeiro secretário provincial da JMPLA, Dilangue Baião, pediu vigilância aos militantes contra os cidadãos que pretendem inviabilizar as reformas em curso no país e pôr em causa a idoneidade do Executivo.

Dilangue Baião encorajou os jovens a estarem ao serviço da pátria e a absterem-se de actos de vandalismo e desacato às leis e às autoridades.

Precisou que o braço juvenil do MPLA em Malanje tem as suas atenções voltadas para a formação técnica e profissional dos jovens, para o fomento do empreendedorismo e o contributo desta franja no aumento da produção interna.

Reiterou o permanente trabalho da organização no combate à covid-19, por meio de campanhas de sensibilização.

A JMPLA foi fundada a 23 de Novembro de 1962, em kinshasa, RDC (República Democrática do Congo).