LIMA apela mulheres a apostarem na formação

Cuito - A mulher deve continuar a apostar na sua formação académica e profissional, para que de forma digna e responsável contribua no desenvolvimento social e económico do país, defendeu hoje, no Cuito, a presidente da Liga da Mulher Angolana (LIMA) no Bié, Felizarda Nassapi Ndala.

Falando no seminário de capacitação política sobre “Papel da mulher na sociedade e na política”, dirigida a 30 mulheres dirigentes da Unita, realçou que a superação académica ajudará a compreender os fenómenos da sociedade. 

Acção formativa insere-se nos festejos dos 55 anos da fundação do partido UNITA (13 de Março de 1966), que decorre sob lema: 2021 ano da mobilização dos patriotas para alternância no poder.

Segundo disse, esta organização feminina afecta ao partido UNITA continua a mobilizar a mulher zungueira e outras nas comunidades rurais, para frequentarem as aulas de alfabetização e outras acções que ajudam a melhorar a conduta do cidadão. 

No âmbito dos 55 anos da fundação do partido, foram já realizadas campanhas de mobilização “porta a porta”, visando recrutar novos militantes e conquistar mais votos nas eleições gerais de 2022, palestras sobre a prevenção da covid-19, resgate de valores morais e cívicos, assim como visitas às estruturas de base do partido.

Falando no seminário de capacitação política sobre “Papel da mulher na sociedade e na política”, dirigida a 30 mulheres dirigentes da Unita, realçou que a superação académica ajudará a compreender os fenómenos da sociedade. 

Acção formativa insere-se nos festejos dos 55 anos da fundação do partido UNITA (13 de Março de 1966), que decorre sob lema: 2021 ano da mobilização dos patriotas para alternância no poder.

Segundo disse, esta organização feminina afecta ao partido UNITA continua a mobilizar a mulher zungueira e outras nas comunidades rurais, para frequentarem as aulas de alfabetização e outras acções que ajudam a melhorar a conduta do cidadão. 

No âmbito dos 55 anos da fundação do partido, foram já realizadas campanhas de mobilização “porta a porta”, visando recrutar novos militantes e conquistar mais votos nas eleições gerais de 2022, palestras sobre a prevenção da covid-19, resgate de valores morais e cívicos, assim como visitas às estruturas de base do partido.