MPLA em Malanje repudia vandalização dos bens públicos

Malanje - O primeiro secretário provincial do MPLA em Malanje, Norberto dos Santos, condenou quarta-feira os actos de vandalização dos bens públicos que se registam nos últimos tempos na região.

Intervindo no acto de lançamento da campanha “Stop vandalização dos bens e patrimónios públicos e privados”, uma iniciativa da JMPLA, o político lamentou a atitude de muitos cidadãos, sobretudo jovens, que com frequência enveredam por esta prática, com destaque para destruição e roubo de materiais eléctricos, de contadores de água, de janelas e portas de escolas e de centros de saúde.

Na ocasião, o responsável apelou à população a cultivar o espírito de denúncia contra os actos que comprometem a paz social.

Por sua vez, o secretário provincial da JMPLA, Dilangue Baião, salientou que os actos de vandalismo registados na província visam desacreditar o Governo e o MPLA.

“Todos somos chamados a cuidar dos bens e patrimónios públicos e privados, porque são caros e servem a sociedade”, acrescentou.

A campanha “Stop vandalização dos bens e patrimónios públicos e privados” enquadra-se nas comemorações da jornada Abril Jovem e visa contribuir para a preservação dos bens públicos.

Intervindo no acto de lançamento da campanha “Stop vandalização dos bens e patrimónios públicos e privados”, uma iniciativa da JMPLA, o político lamentou a atitude de muitos cidadãos, sobretudo jovens, que com frequência enveredam por esta prática, com destaque para destruição e roubo de materiais eléctricos, de contadores de água, de janelas e portas de escolas e de centros de saúde.

Na ocasião, o responsável apelou à população a cultivar o espírito de denúncia contra os actos que comprometem a paz social.

Por sua vez, o secretário provincial da JMPLA, Dilangue Baião, salientou que os actos de vandalismo registados na província visam desacreditar o Governo e o MPLA.

“Todos somos chamados a cuidar dos bens e patrimónios públicos e privados, porque são caros e servem a sociedade”, acrescentou.

A campanha “Stop vandalização dos bens e patrimónios públicos e privados” enquadra-se nas comemorações da jornada Abril Jovem e visa contribuir para a preservação dos bens públicos.