MPLA enaltece contributo das autoridades tradicionais

  • Directora do Gabinete de Cidadania e Sociedade Civil do MPLA, Fátima Viegas
  • Workshop sobre a importância do emprego e empreendedorismo
Uíge - A directora do Gabinete para a Cidadania e Sociedade Civil do MPLA, Fátima Viegas, enalteceu, esta quarta-feira, as contribuições das autoridades tradicionais na resolução de diversos problemas culturais, morais e cívicos que afligem as comunidades.

Ao falar na abertura do Workshop sobre o Poder Tradicional na Resolução de Conflitos, Fátima Viegas referiu que os valores culturais, morais e cívicos são transmitidos através dos testemunhos das autoridades tradicionais.

A também secretária para os Assuntos Sociais do Presidente da República explicou que o Workshop juntou as autoridades tradicionais para se encontrar as melhorares soluções dos problemas actuais das comunidades.

Para tal, disse ser importante reconhecer o poder e a relevância do papel das autoridades tradicionais na consciencialização das mentalidades, para o bem-estar da população angolana.

Por sua vez, a vice-governadora do Uíge para o sector Político, Social e Económico no Uige, Maria Cavungo, disse que as autoridades tradicionais possuem um papel fundadamental no processo governativo e contribuem para o do bem-estar da população.

No terceiro dia do workshop, foram abordados, igualmente, temas sobre a violência e suas consequências na sociedade, o papel das autoridades tradicionais na consciencialização das comunidades, entre outros assuntos.

 

Ao falar na abertura do Workshop sobre o Poder Tradicional na Resolução de Conflitos, Fátima Viegas referiu que os valores culturais, morais e cívicos são transmitidos através dos testemunhos das autoridades tradicionais.

A também secretária para os Assuntos Sociais do Presidente da República explicou que o Workshop juntou as autoridades tradicionais para se encontrar as melhorares soluções dos problemas actuais das comunidades.

Para tal, disse ser importante reconhecer o poder e a relevância do papel das autoridades tradicionais na consciencialização das mentalidades, para o bem-estar da população angolana.

Por sua vez, a vice-governadora do Uíge para o sector Político, Social e Económico no Uige, Maria Cavungo, disse que as autoridades tradicionais possuem um papel fundadamental no processo governativo e contribuem para o do bem-estar da população.

No terceiro dia do workshop, foram abordados, igualmente, temas sobre a violência e suas consequências na sociedade, o papel das autoridades tradicionais na consciencialização das comunidades, entre outros assuntos.