MPLA prepara militantes para eleições de 2022

  • Membros participam no II conselho de disciplina e auditoria do comite provincial do Mpla no Cunene
Ondjiva - Dirigentes e quadros do MPLA no Cunene participaram, nesta quinta-feira, em Ondjiva, num seminário de capacitação, preparatório das eleições gerais de 2022.

O seminário teve como objectivo dotar os participantes de conhecimentos e metodologias de organização e estratégias de trabalho, bem como preparação do VIII congresso ordinária do partido, previsto para Dezembro deste ano.

Os participantes abordaram questões ligadas a mobilização e activismo político, quotização, processo de avaliação de candidatura e estatística do partido.

Assuntos ligados a comunicação, marketing político, fizeram igualmente parte da agenda.

Na ocasião, a primeira secretária provincial do MPLA no Cunene, Gerdina Didalelwa, disse que o seminário serviu também para avaliar o nível organizacional, visando o reforço das acções de sensibilização e mobilização dos militantes.

“Em 2022 o país irá organizar eleições gerais, e o MPLA, como partido sério e comprometido com o povo, tem vindo já a preparar e capacitar os seus quadros para o pleito”, referiu.

Lembrou que a nível do Cunene, o MPLA têm maior aceitação, em relação aos seus oponentes, e está realidade deve se manter.

 

O seminário teve como objectivo dotar os participantes de conhecimentos e metodologias de organização e estratégias de trabalho, bem como preparação do VIII congresso ordinária do partido, previsto para Dezembro deste ano.

Os participantes abordaram questões ligadas a mobilização e activismo político, quotização, processo de avaliação de candidatura e estatística do partido.

Assuntos ligados a comunicação, marketing político, fizeram igualmente parte da agenda.

Na ocasião, a primeira secretária provincial do MPLA no Cunene, Gerdina Didalelwa, disse que o seminário serviu também para avaliar o nível organizacional, visando o reforço das acções de sensibilização e mobilização dos militantes.

“Em 2022 o país irá organizar eleições gerais, e o MPLA, como partido sério e comprometido com o povo, tem vindo já a preparar e capacitar os seus quadros para o pleito”, referiu.

Lembrou que a nível do Cunene, o MPLA têm maior aceitação, em relação aos seus oponentes, e está realidade deve se manter.