MPLA prioriza resolução dos problemas sociais nas comunidades

  • Paulo Pombolo, secretário geral do MPLA
Ondjiva, - O secretário-geral do MPLA, Paulo Pombolo, reiterou, no último fim-de-semama, na povoação de Omulunga wa Shikongo, província do Cunene, a contínua aposta na resolução dos problemas sociais das comunidades.

Omulunga wa Shikongo, a 178 quilómetros da cidade de Ondjva (capital da província), é uma das localidades de difícil acesso no Cunene e possui 12 mil e 47 habitantes.

Ao falar, à margem da visita de avaliação do grau de execução das obras de construção de uma escola de sete salas e da residência T6 para professores e enfermeiros, inserido no Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM), Paulo Pombolo realçou o compromisso do seu partido em continuar a trabalhar na resolução dos problemas que afligem as populações.

Em Namacunde, o secretário-geral do MPLA verificou as obras de construção de uma escola de sete salas de aulas na sede do município, de uma outra, de 12 salas de aulas, em Santa Clara, do projecto de extensão da linha eléctrica e da terraplanagem da estrada, que liga a sede do município ao Chiedi.

Adiantou ter orientado as estruturas do seu partido e as administrações municipais, no sentido de efectuarem o levantamento das necessidades das populações, na perspectiva do PIIM, em curso nas 18 províncias do país.

Paulo Pombolo sublinhou que o PIIM vai resolver problemas da população, fundamentalmente, no sector social, com a reabilitação e construção de escolas, unidades sanitárias, pontos de água, residências para professores e enfermeiros, sistemas eléctricos, melhoria das estradas, entre outros, criando bases para reduzir as assimetrias.

Sobre a avaliação das empreitadas, considerou positivo os níveis de execução física e de desembolso financeiro, tendo encorajado as autoridades a continuarem com dinamismo as obras, para que os projectos sejam concluídos e entregues nos prazos estabelecidos.

O PIIM, em Namacunde, financia 19 projectos, com destaque para o sector social, num valor global de um mil milhões, 676 milhões, 619 mil e 546 kwanzas.

Omulunga wa Shikongo, a 178 quilómetros da cidade de Ondjva (capital da província), é uma das localidades de difícil acesso no Cunene e possui 12 mil e 47 habitantes.

Ao falar, à margem da visita de avaliação do grau de execução das obras de construção de uma escola de sete salas e da residência T6 para professores e enfermeiros, inserido no Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM), Paulo Pombolo realçou o compromisso do seu partido em continuar a trabalhar na resolução dos problemas que afligem as populações.

Em Namacunde, o secretário-geral do MPLA verificou as obras de construção de uma escola de sete salas de aulas na sede do município, de uma outra, de 12 salas de aulas, em Santa Clara, do projecto de extensão da linha eléctrica e da terraplanagem da estrada, que liga a sede do município ao Chiedi.

Adiantou ter orientado as estruturas do seu partido e as administrações municipais, no sentido de efectuarem o levantamento das necessidades das populações, na perspectiva do PIIM, em curso nas 18 províncias do país.

Paulo Pombolo sublinhou que o PIIM vai resolver problemas da população, fundamentalmente, no sector social, com a reabilitação e construção de escolas, unidades sanitárias, pontos de água, residências para professores e enfermeiros, sistemas eléctricos, melhoria das estradas, entre outros, criando bases para reduzir as assimetrias.

Sobre a avaliação das empreitadas, considerou positivo os níveis de execução física e de desembolso financeiro, tendo encorajado as autoridades a continuarem com dinamismo as obras, para que os projectos sejam concluídos e entregues nos prazos estabelecidos.

O PIIM, em Namacunde, financia 19 projectos, com destaque para o sector social, num valor global de um mil milhões, 676 milhões, 619 mil e 546 kwanzas.