MPLA reafirma maior envolvimento dos militantes na vida social

Menongue - A 2ª secretária do MPLA no Cuando Cubango, Carla Cativa, afirmou nesta segunda-feira que o partido vai continuar a trabalhar no sentido de permitir maior envolvimento e enquadramento dos seus militantes na vida social, económica e política do país, com vista a prepará-los para os desafios eleitorais que se aproximam.

Carla Cativa pronunciou-se nestes termos quando falava à imprensa, no final da VII Conferência Comunal Ordinária, que elegeu o 1º secretário comunal do Caiundo, Moura Jamba, e os delegados aos distintos níveis, testemunhada pela coordenadora do grupo do acompanhamento do Bureau Político do Comité Central do MPLA à Província, Maicel Kapama.

De acordo com Carla Cativa, os militantes estão cada vez mais ávidos e têm participado nos debates das linhas orientadoras do mandato que se segue de 2021 a 2026.

“ A participação é activa e provou-se que teve de se consolidar a base no desdobramento de vários comités de acção do partido, o que tem permitido o crescimento de militantes na província”, realçou, acrescentando que tal participação e crescimento que tem sido dado da base ao topo demonstra a firmeza e coesão para os desafios do próximo ano.

As conferências municipais irão decorrer a partir do dia 28 a 3 de Setembro em toda a província para serem eleitos os primeiros secretários municipais e todos os órgãos intermédios do partido.

Salientou que o êxito das conferências comunais e municipais é um indicador positivo do grau da conferência provincial, prevista para 22 de Outubro, onde espera-se a participação de 779 delegados que tratará da sua XIII Conferência Provincial Ordinária do Partido.

Carla Cativa pronunciou-se nestes termos quando falava à imprensa, no final da VII Conferência Comunal Ordinária, que elegeu o 1º secretário comunal do Caiundo, Moura Jamba, e os delegados aos distintos níveis, testemunhada pela coordenadora do grupo do acompanhamento do Bureau Político do Comité Central do MPLA à Província, Maicel Kapama.

De acordo com Carla Cativa, os militantes estão cada vez mais ávidos e têm participado nos debates das linhas orientadoras do mandato que se segue de 2021 a 2026.

“ A participação é activa e provou-se que teve de se consolidar a base no desdobramento de vários comités de acção do partido, o que tem permitido o crescimento de militantes na província”, realçou, acrescentando que tal participação e crescimento que tem sido dado da base ao topo demonstra a firmeza e coesão para os desafios do próximo ano.

As conferências municipais irão decorrer a partir do dia 28 a 3 de Setembro em toda a província para serem eleitos os primeiros secretários municipais e todos os órgãos intermédios do partido.

Salientou que o êxito das conferências comunais e municipais é um indicador positivo do grau da conferência provincial, prevista para 22 de Outubro, onde espera-se a participação de 779 delegados que tratará da sua XIII Conferência Provincial Ordinária do Partido.