ONU apoia com mais de 50 milhões de dólares projectos sociais

  • Coordenadora residente da ONU em Angola, Zahira Virani
Lubango - A Organização das Nações Unidas (ONU) tem para o ano em curso um financiamento de 56 milhões, 306 mil e 846 dólares para apoiar o plano de resposta socioeconómico face à Covid-19 e a cooperação para o desenvolvimento sustentável com Angola.

Do valor global, 36 milhões, 515 mil e 421 já estão disponíveis e o remanescente está por se mobilizar de parceiros, doadores e outros fundos das Nações Unidas.

O financiamento, gerido pelas 12 agências da ONU presentes em Angola, está direccionado à transformação económica e social, empoderamento da mulher, meio ambiente e resiliência da população vulnerável, bem como democracia e estabilidade.

Em declarações hoje, terça-feira, à ANGOP, a coordenadora residente das Nações Unidas em Angola, Zahira Virani, disse que  as Nações Unidas têm um projecto do Fundo Global, onde várias agências estão a trabalhar de uma maneira integrada, para apoiar a população directamente com alimentação, capacitação e resiliência.

Reiterou a disponibilidade da organização em colaborar em projectos e programas socioeconómicos que visam o bem-estar da população, de maneira a se atingirem as metas da agenda 2030.

Segundo a diplomata, a ONU está, não só a dar uma resposta de forma emergencial, mas também a reforçar a resiliência das famílias, para ultrapassar com facilidade as situações de crise climáticas, como a seca.

Em 2020, a ONU financiou em Angola mais de 45 milhões de dólares.

Zahira Virani concluiu hoje uma visita de quatro dias à província da Huíla

Do valor global, 36 milhões, 515 mil e 421 já estão disponíveis e o remanescente está por se mobilizar de parceiros, doadores e outros fundos das Nações Unidas.

O financiamento, gerido pelas 12 agências da ONU presentes em Angola, está direccionado à transformação económica e social, empoderamento da mulher, meio ambiente e resiliência da população vulnerável, bem como democracia e estabilidade.

Em declarações hoje, terça-feira, à ANGOP, a coordenadora residente das Nações Unidas em Angola, Zahira Virani, disse que  as Nações Unidas têm um projecto do Fundo Global, onde várias agências estão a trabalhar de uma maneira integrada, para apoiar a população directamente com alimentação, capacitação e resiliência.

Reiterou a disponibilidade da organização em colaborar em projectos e programas socioeconómicos que visam o bem-estar da população, de maneira a se atingirem as metas da agenda 2030.

Segundo a diplomata, a ONU está, não só a dar uma resposta de forma emergencial, mas também a reforçar a resiliência das famílias, para ultrapassar com facilidade as situações de crise climáticas, como a seca.

Em 2020, a ONU financiou em Angola mais de 45 milhões de dólares.

Zahira Virani concluiu hoje uma visita de quatro dias à província da Huíla