País conta com 257 novos balcões para registo oficioso

  • Ângulo do interior de um dos BUAP (arquivo)
Luanda – Duzentos e 57 novos Balcões Únicos de Atendimento ao Público (BUAP) foram abertos, esta segunda-feira, nas 18 províncias do país, no quadro do registo eleitoral oficioso.

De acordo com dados da Direcção Nacional do Registo Oficioso, a que a ANGOP teve acesso, a província do Bengo passa a contar com 13 balcões (contra os dois anteriores), Benguela 27 (nove), Bié 21 (quatro), Cabinda oito (três), Cuando Cubango 15 (dois) e Cuanza Norte 17 (dois).

A província do Cuanza Sul passa a contar com 21 balcões (cinco anteriores), Cunene de três para 12, Huambo de seis para 23, Huíla de oito para 26, Luanda de 21 para 47, enquanto a Lunda Norte e Lunda Sul, que tinham dois cada, passam a ter, respectivamente, 13 e oito postos.

Malanje saí de cinco para 27, Moxico de dois para 16, Namibe de três para 10, Uíge de três para 25 e Zaire conta com 12, contra os dois anteriores.

O processo de registo eleitoral oficioso iniciou a 23 de Setembro passado com a abertura de 84 BUAP no país, prevendo-se, até Novembro próximo, atingir as 596 unidades, no âmbito das eleições gerais de 2022.

Os angolanos na diáspora vão ser cadastrados a partir de Janeiro nas missões diplomáticas e consulares de Angola.

Mais de 12 milhões de cidadãos poderão ser registados no país e 450 mil na diáspora.

De acordo com dados da Direcção Nacional do Registo Oficioso, a que a ANGOP teve acesso, a província do Bengo passa a contar com 13 balcões (contra os dois anteriores), Benguela 27 (nove), Bié 21 (quatro), Cabinda oito (três), Cuando Cubango 15 (dois) e Cuanza Norte 17 (dois).

A província do Cuanza Sul passa a contar com 21 balcões (cinco anteriores), Cunene de três para 12, Huambo de seis para 23, Huíla de oito para 26, Luanda de 21 para 47, enquanto a Lunda Norte e Lunda Sul, que tinham dois cada, passam a ter, respectivamente, 13 e oito postos.

Malanje saí de cinco para 27, Moxico de dois para 16, Namibe de três para 10, Uíge de três para 25 e Zaire conta com 12, contra os dois anteriores.

O processo de registo eleitoral oficioso iniciou a 23 de Setembro passado com a abertura de 84 BUAP no país, prevendo-se, até Novembro próximo, atingir as 596 unidades, no âmbito das eleições gerais de 2022.

Os angolanos na diáspora vão ser cadastrados a partir de Janeiro nas missões diplomáticas e consulares de Angola.

Mais de 12 milhões de cidadãos poderão ser registados no país e 450 mil na diáspora.