Partidos devem ser parte integrante na sensibilização dos munícipes

  • BUAP
Luanda - A administradora do distrito urbano do Rangel, Nádia Evelise Neto, apelou em Luanda, aos partidos políticos com assento no parlamento, a serem parte integrante na sensibilização dos munícipes, com vista a adesão aos Balcões Único de Atendimento ao Público (BUAP).

A gestora fez esse apelo no final de uma visita de inspecção aos três postos para o tratamento do cartão do munícipe, de responsáveis dos partidos políticos do MPLA, UNITA, Coligação CASA-CE, do Conselho Nacional da Juventude (CNJ) e de líderes religiosos, entre outros.

Segundo a administradora, os problemas técnicos que têm surgido no decorrer do processo, são prontamente resolvidos para se evitar que os postos fiquem sem atender os utentes.

Indicou que no posto da administração do Rangel teve um problema técnico antes da visita, mas teve uma solução imediata.

Precisou que o mais importante é se conseguir dar resposta a eventuais problemas técnicos e impedir que haja paralisação dos trabalhos.

Solicitou aos representantes destas organizações políticas, na mobilização dos seus militantes e tantos cidadãos para adesão aos Balcões colocados a disposição dos munícipes.

Já o militante do partido MPLA, pertencente ao Departamento de Assuntos Políticos, Eleitorais Economicos e Sociais do Comité do distrital do Rangel, Soares Lourenço, considerou de oportuna a visita e disponibilidade na mobilização da juventude para tratarem o cartão do munícipe.

Para o secretário distrital da UNITA no Rangel, Maurício Brandão, o seu partido já começou a sensibilizar dos que completaram 18 anos até a presente data para afluírem aos postos.

Enquanto isso, o secretário da CASA-CE local, Wilson David, aconselhou haja maior divulgação do processo para facilitar a presença da população abrangida.

O distrito urbano do Rangel conta com três Balcões, sendo um na sede da administração e os restantes nos bairros do Marçal e Rangel/sede.

A gestora fez esse apelo no final de uma visita de inspecção aos três postos para o tratamento do cartão do munícipe, de responsáveis dos partidos políticos do MPLA, UNITA, Coligação CASA-CE, do Conselho Nacional da Juventude (CNJ) e de líderes religiosos, entre outros.

Segundo a administradora, os problemas técnicos que têm surgido no decorrer do processo, são prontamente resolvidos para se evitar que os postos fiquem sem atender os utentes.

Indicou que no posto da administração do Rangel teve um problema técnico antes da visita, mas teve uma solução imediata.

Precisou que o mais importante é se conseguir dar resposta a eventuais problemas técnicos e impedir que haja paralisação dos trabalhos.

Solicitou aos representantes destas organizações políticas, na mobilização dos seus militantes e tantos cidadãos para adesão aos Balcões colocados a disposição dos munícipes.

Já o militante do partido MPLA, pertencente ao Departamento de Assuntos Políticos, Eleitorais Economicos e Sociais do Comité do distrital do Rangel, Soares Lourenço, considerou de oportuna a visita e disponibilidade na mobilização da juventude para tratarem o cartão do munícipe.

Para o secretário distrital da UNITA no Rangel, Maurício Brandão, o seu partido já começou a sensibilizar dos que completaram 18 anos até a presente data para afluírem aos postos.

Enquanto isso, o secretário da CASA-CE local, Wilson David, aconselhou haja maior divulgação do processo para facilitar a presença da população abrangida.

O distrito urbano do Rangel conta com três Balcões, sendo um na sede da administração e os restantes nos bairros do Marçal e Rangel/sede.