Portugal abre consulado no Lubango

  • Consulado Português no Lubango, Huíla
Lubango – A República Portuguesa abriu, sábado, na cidade do Lubango, um consulado honorário para atender a comunidade lusa na província da Huíla, estimada em seis mil pessoasa, e angolanos com necessidades migratórias naquele país.

Trata-se de uma extensão do consulado de Portugal em Benguela, mas com autonomia em promover actos migratórios.

A secretária de Estado das Comunidades portuguesas, Berta Nunes, considerou boas as relações com Angola e que a abertura do consulado é mais um sinal para o fortalecimento da cooperação.

Já o embaixador de Portugal em Angola, Pedro Pessoa e Costa, disse que o seu país quer, com este acto, sinalizar que a província da Huíla tem um crescimento notório e, pelo número de portugueses nesta região, justifica-se o consulado honorário.

Trata-se de uma extensão do consulado de Portugal em Benguela, mas com autonomia em promover actos migratórios.

A secretária de Estado das Comunidades portuguesas, Berta Nunes, considerou boas as relações com Angola e que a abertura do consulado é mais um sinal para o fortalecimento da cooperação.

Já o embaixador de Portugal em Angola, Pedro Pessoa e Costa, disse que o seu país quer, com este acto, sinalizar que a província da Huíla tem um crescimento notório e, pelo número de portugueses nesta região, justifica-se o consulado honorário.