Presidente angolano ausculta membros da sociedade civil

  • Presidente da República, João Lourenço, recebe autoridades tradicionais do Bengo
Caxito - O Presidente da República, João Lourenço, manteve nesta quinta-feira, em Caxito, província do Bengo, encontros separados com membros da sociedade civil, com os quais abordou questões de âmbito social e económico que afligem a região.

Em declarações à imprensa, no final do encontro, o empresário Carlos Gomes, em representação desta classe no Bengo, informou que a ocasião serviu para falar dos problemas que estes enfrentam para o desenvolvimento industrial local.

Explicou que as sugestões apresentadas ao Titular do Poder Executivo foram levadas em consideração e terão soluções imediatas.

Por seu lado, a reverenda Lurdes de Almeida, da Igreja Metodista, apresentou algumas inquietações, com realce para questões ligadas à falta de transportes públicos e a reabilitação das estradas.

O Príncipe do município dos Dembos (autoridade tradicional), António Salvador, referiu-se à disposição do Presidente João Lourenço em ajudar a ultrapassar algumas situações que afectam as comunidades, sobretudo as relacionadas com a distribuição de água potável, saúde e ensino, que inquietam as populações de Nambuangongo, Dembos, Pango Aluquém e Bula Tumba. 

Também recebido pelo Chefe de Estado, o representante do Conselho Provincial da Juventude, Amaro Jorge, expôs questões ligadas à formação, habitação e emprego, que afligem actualmente os jovens da província.

O Presidente da República, que se faz acompanhar por vários membros do Executivo, realiza, desde a manhã de hoje, quinta-feira, uma visita de trabalho de dois dias à província do Bengo, limítrofe a de Luanda.

Sexta-feira, João Lourenço antes de regressar a Luanda, vai presidir a uma reunião do Conselho de Governação Local.

O Conselho de Governação Local é um órgão que auxilia o Presidente da República na formulação e no acompanhamento da execução das políticas de governação da Administração do Estado a nível local.

Em declarações à imprensa, no final do encontro, o empresário Carlos Gomes, em representação desta classe no Bengo, informou que a ocasião serviu para falar dos problemas que estes enfrentam para o desenvolvimento industrial local.

Explicou que as sugestões apresentadas ao Titular do Poder Executivo foram levadas em consideração e terão soluções imediatas.

Por seu lado, a reverenda Lurdes de Almeida, da Igreja Metodista, apresentou algumas inquietações, com realce para questões ligadas à falta de transportes públicos e a reabilitação das estradas.

O Príncipe do município dos Dembos (autoridade tradicional), António Salvador, referiu-se à disposição do Presidente João Lourenço em ajudar a ultrapassar algumas situações que afectam as comunidades, sobretudo as relacionadas com a distribuição de água potável, saúde e ensino, que inquietam as populações de Nambuangongo, Dembos, Pango Aluquém e Bula Tumba. 

Também recebido pelo Chefe de Estado, o representante do Conselho Provincial da Juventude, Amaro Jorge, expôs questões ligadas à formação, habitação e emprego, que afligem actualmente os jovens da província.

O Presidente da República, que se faz acompanhar por vários membros do Executivo, realiza, desde a manhã de hoje, quinta-feira, uma visita de trabalho de dois dias à província do Bengo, limítrofe a de Luanda.

Sexta-feira, João Lourenço antes de regressar a Luanda, vai presidir a uma reunião do Conselho de Governação Local.

O Conselho de Governação Local é um órgão que auxilia o Presidente da República na formulação e no acompanhamento da execução das políticas de governação da Administração do Estado a nível local.