PR recebe segunda dose da vacina contra Covid-19

  • Presidente da República, João Lourenço, recebe segunda dosse da vacina contra Covid-19
Luanda - O Presidente da República, João Lourenço, recebeu esta terça-feira, em Luanda, a segunda dose da vacina Sputnik V contra a Covid-19.

O Titular do Poder Executivo e a Primeira-Dama, Ana Dias Lourenço, receberam a primeira dose da vacina, a 13 de Maio do corrente ano.

Esta terça-feira, receberam, também, a segunda dose da vacina contra a Covid-19 a Primeira-Dama, Ana Dias Lourenço, o Vice-Presidente da República, Bornito de Sousa e o Presidente da Assembleia Nacional, Fernando da Piedade Dias dos Santos.

A Sputnik V, de fabrico russo, está entre as mais utilizadas no mundo, para prevenir casos de infecção contra a Covid-19.

Segundo especialistas, o imunizante tem uma eficácia científica de 97 por cento, em duas doses.

O plano de vacinação em curso em Angola prevê imunizar cerca de 54 por cento da população, um total de 16 milhões 823 mil 284 cidadãos maiores de 16 anos, reduzir a mortalidade, o aumento de casos de Covid-19, bem como permitir a retoma do normal funcionamento das actividades económicas e sociais.

Em Angola, a campanha de vacinação contra a Covid-19 começou, em Março último, e na primeira fase, abrangeu os profissionais de saúde, forças de defesa e segurança, idosos, portadores de co-morbilidades, professores, população a partir dos 40 anos, entre outros cidadãos.

O Presidente da República tem sido elogiado e encorajado a prosseguir as medidas do Executivo, para atenuar o impacto negativo da pandemia da Covid-19, em Angola. 

No país, os dois primeiros casos positivos de Covid-19 foram anunciados a 21 de Março de 2020.

O Titular do Poder Executivo e a Primeira-Dama, Ana Dias Lourenço, receberam a primeira dose da vacina, a 13 de Maio do corrente ano.

Esta terça-feira, receberam, também, a segunda dose da vacina contra a Covid-19 a Primeira-Dama, Ana Dias Lourenço, o Vice-Presidente da República, Bornito de Sousa e o Presidente da Assembleia Nacional, Fernando da Piedade Dias dos Santos.

A Sputnik V, de fabrico russo, está entre as mais utilizadas no mundo, para prevenir casos de infecção contra a Covid-19.

Segundo especialistas, o imunizante tem uma eficácia científica de 97 por cento, em duas doses.

O plano de vacinação em curso em Angola prevê imunizar cerca de 54 por cento da população, um total de 16 milhões 823 mil 284 cidadãos maiores de 16 anos, reduzir a mortalidade, o aumento de casos de Covid-19, bem como permitir a retoma do normal funcionamento das actividades económicas e sociais.

Em Angola, a campanha de vacinação contra a Covid-19 começou, em Março último, e na primeira fase, abrangeu os profissionais de saúde, forças de defesa e segurança, idosos, portadores de co-morbilidades, professores, população a partir dos 40 anos, entre outros cidadãos.

O Presidente da República tem sido elogiado e encorajado a prosseguir as medidas do Executivo, para atenuar o impacto negativo da pandemia da Covid-19, em Angola. 

No país, os dois primeiros casos positivos de Covid-19 foram anunciados a 21 de Março de 2020.