Responsável reitera adesão ao registo eleitoral oficioso

Malanje- O director do Gabinete Provincial dos Registos e Modernização Administrativa de Malanje, Lando David Pacheco, reiterou hoje, quarta-feira, o apelo aos cidadãos nacionais para adesão ao registo eleitoral oficioso, que arranca quinta-feira no país.

O responsável destacou a necessidade de todos os indivíduos maiores de idade cumprirem com essa tarefa que culmina com a actualização dos dados eleitorais e obtenção do cartão do munícipe, condição que os habilitará a exercer o direito de voto nas eleições de 2022.

 

Lando Pacheco fez esse apelo durante uma conferência de imprensa, que visou anunciar a entrada em funcionamento, quinta-feira, dos 5 primeiros Balcões Únicos de Atendimento ao Público (BUAP) de Malanje e consequentemente o início do registo eleitoral oficioso.

 

Considerou pertinente a participação dos fazedores de opinião, sobretudo jornalistas, políticos, igrejas e associações juvenis, na mobilização das pessoas para o registo eleitoral, nas famílias e nas comunidades.

 

“Todos nós devemos nos dirigir aos Balcões Únicos de Atendimento ao Público (BUAP) para proceder a actualização dos dados e estarmos aptos para as eleições de 2022”, frisou.

 

Por outro lado, o director fez saber que a nível da província, o número de actualizações de registos eleitorais poderá rondar os 300 mil, tendo em conta a cifra do pleito anterior.

 

O processo de actualização do registo eleitoral decorrerá em duas fases, sendo a primeira de 23 Setembro a 31 de Dezembro e a segunda de Janeiro a Março do próximo ano, devendo para tal os indivíduos recorrer aos BUAP.

 

Caberá aos Balcões Únicos de Atendimento ao Público (BUAP) a atribuição de cartão do munícipe e de bilhete de identidade, a partir do cartão de eleitoral e recolha de dados para emissão do assento de nascimento.

 

O BUAP vai abranger numa primeira fase apenas os municípios de Malanje (com dois balcões), Cacuso, Calandula e Cangandala, com um cada, compostos por 15 operadores, sendo três para cada Balcão.

 

O processo termina em Dezembro deste ano com a criação de 51 balcões e 153 operadores para os 14 municípios e 36 comunas da província de Malanje.

 

 

 

O responsável destacou a necessidade de todos os indivíduos maiores de idade cumprirem com essa tarefa que culmina com a actualização dos dados eleitorais e obtenção do cartão do munícipe, condição que os habilitará a exercer o direito de voto nas eleições de 2022.

 

Lando Pacheco fez esse apelo durante uma conferência de imprensa, que visou anunciar a entrada em funcionamento, quinta-feira, dos 5 primeiros Balcões Únicos de Atendimento ao Público (BUAP) de Malanje e consequentemente o início do registo eleitoral oficioso.

 

Considerou pertinente a participação dos fazedores de opinião, sobretudo jornalistas, políticos, igrejas e associações juvenis, na mobilização das pessoas para o registo eleitoral, nas famílias e nas comunidades.

 

“Todos nós devemos nos dirigir aos Balcões Únicos de Atendimento ao Público (BUAP) para proceder a actualização dos dados e estarmos aptos para as eleições de 2022”, frisou.

 

Por outro lado, o director fez saber que a nível da província, o número de actualizações de registos eleitorais poderá rondar os 300 mil, tendo em conta a cifra do pleito anterior.

 

O processo de actualização do registo eleitoral decorrerá em duas fases, sendo a primeira de 23 Setembro a 31 de Dezembro e a segunda de Janeiro a Março do próximo ano, devendo para tal os indivíduos recorrer aos BUAP.

 

Caberá aos Balcões Únicos de Atendimento ao Público (BUAP) a atribuição de cartão do munícipe e de bilhete de identidade, a partir do cartão de eleitoral e recolha de dados para emissão do assento de nascimento.

 

O BUAP vai abranger numa primeira fase apenas os municípios de Malanje (com dois balcões), Cacuso, Calandula e Cangandala, com um cada, compostos por 15 operadores, sendo três para cada Balcão.

 

O processo termina em Dezembro deste ano com a criação de 51 balcões e 153 operadores para os 14 municípios e 36 comunas da província de Malanje.