Secretária-geral da OMA reforça aposta no voluntariado

  • Secretária-geral da OMA, Joana Tomás
Luanda – A secretária-geral da Organização da Mulher Angolana (OMA), Joana Tomás, reafirmou hoje, sexta-feira, que durante o seu mandato vai estimular as acções de voluntariado, principalmente no apoio às famílias vulneráveis e às aulas de alfabetização.

A intenção foi anunciada no Encontro de Gerações, que decorreu sob o lema "Na OMA há lugar para todas – Juntas Somos Mais Fortes", que decorreu no Hotel Marina e  contou com a  participação de antigas responsáveis da organização e outras personalidades da sociedade civil.

Na ocasião, Joana Tomás precisou que a alfabetização é um dos desafios que, no passado, garantiu prémios internacionais para a OMA, e, na sua opinião, as aulas  devem ser retomadas.

O aconselhamento jurídico voluntário, consta também dos programas a revitalizar pela OMA, principalmente na assistência às pessoas vulneráveis, às vítimas de violência doméstica, abuso sexual, fuga à paternidade e à maternidade.

Para a antiga secretária-geral da OMA, Luzia Inglês Van-Dúnem “Inga”, o novo Secretariado Executivo, além de implementar projectos modernos fase aos desafios actuais, deve continuar a trabalhar no resgate dos valores cívicos, morais e na educação à obediência das leis do país.

Por seu turno, Catarina Simões “Mamã Kuiba “, também conhecida como Diva do Povo, disse que apesar de estar já com idade avançada, vai continuar a apoiar as actividades da organização.

A intenção foi anunciada no Encontro de Gerações, que decorreu sob o lema "Na OMA há lugar para todas – Juntas Somos Mais Fortes", que decorreu no Hotel Marina e  contou com a  participação de antigas responsáveis da organização e outras personalidades da sociedade civil.

Na ocasião, Joana Tomás precisou que a alfabetização é um dos desafios que, no passado, garantiu prémios internacionais para a OMA, e, na sua opinião, as aulas  devem ser retomadas.

O aconselhamento jurídico voluntário, consta também dos programas a revitalizar pela OMA, principalmente na assistência às pessoas vulneráveis, às vítimas de violência doméstica, abuso sexual, fuga à paternidade e à maternidade.

Para a antiga secretária-geral da OMA, Luzia Inglês Van-Dúnem “Inga”, o novo Secretariado Executivo, além de implementar projectos modernos fase aos desafios actuais, deve continuar a trabalhar no resgate dos valores cívicos, morais e na educação à obediência das leis do país.

Por seu turno, Catarina Simões “Mamã Kuiba “, também conhecida como Diva do Povo, disse que apesar de estar já com idade avançada, vai continuar a apoiar as actividades da organização.