Sianga Abílio apresenta Cartas Credenciais no Uganda

Luanda - O diplomata angolano, Sianga Abílio, apresentou, nesta sexta-feira, ao Presidente do Uganda, Yoweri Museveni, as Cartas Credenciais que o acreditam como embaixador Extraordinário e Plenipotenciário da de Angola naquele país.

Na cerimónia, que decorreu no Palácio Presidencial, em Entebbe, Yoweri Museveni reiterou a necessidade do Uganda reforçar a cooperação política e económica com Angola, dois países da Região dos Grandes Lagos com potencialidades em recursos naturais.

Em nota, a Embaixada de Angola no Quénia refere que o Presidente Yoweri Museveni recordou algumas figuras do nacionalismo angolano que com ele receberam treino militar, em Dar es Salam (Tanzânia), bem como mostrou-se conhecedor do mosaico étnico de Angola.

Quanto à cooperação bilateral, Angola e Uganda assinaram em Fevereiro de 2014, em Kampala, um acordo virado para o reforço e a melhoria da cooperação política e económica entre os dois países, com destaque para o comércio.

Na vertente militar, em Junho de 2019 uma delegação do Ministério de Estado para a Defesa e Assuntos de Veteranos da Pátria do Uganda visitou Angola para inteirar-se da experiência do país no capítulo da protecção especial e assistência aos antigos combatentes, deficientes de guerra e seus familiares.

Trata-se de um assunto que interessa o Uganda pelo facto do seu regime jurídico proteger apenas os militares, excluindo o apoio aos seus familiares.

Por outro lado, para além dos contactos bilateral e multilateral, no quadro da Conferência Internacional para a Região dos Grandes Lagos, Angola e Uganda poderão potencializar a sua cooperação no sector dos petróleos, uma área em que o Uganda deposita grandes esperanças.

O Uganda tem sido um importante parceiro de Angola nos esforços de pacificação e estabilização da Região dos Grandes Lagos, no âmbito do trabalho da Conferência Internacional sobre a Região dos Grandes Lagos e das
Cimeiras Quadripartidas.

Trata-se de Cimeiras Quadripartidas para a reaproximação com o Rwanda e Uganda, promovidas por Angola, com a participação do Uganda, Rwanda e RDC, com resultados satisfatórios como são os casos do processo de libertação e repatriamento recíproco de cidadãos, pelo Uganda e Rwanda.

Juntam-se os esforços em curso para a retomada das trocas comerciais entre os dois países (Uganda e Rwanda).

Com residência em Nairobi, Sianga Abílio é, igualmente, embaixador Extraordinário e Plenipotenciário de Angola no Quénia e na República Federal da Somália.

 

Na cerimónia, que decorreu no Palácio Presidencial, em Entebbe, Yoweri Museveni reiterou a necessidade do Uganda reforçar a cooperação política e económica com Angola, dois países da Região dos Grandes Lagos com potencialidades em recursos naturais.

Em nota, a Embaixada de Angola no Quénia refere que o Presidente Yoweri Museveni recordou algumas figuras do nacionalismo angolano que com ele receberam treino militar, em Dar es Salam (Tanzânia), bem como mostrou-se conhecedor do mosaico étnico de Angola.

Quanto à cooperação bilateral, Angola e Uganda assinaram em Fevereiro de 2014, em Kampala, um acordo virado para o reforço e a melhoria da cooperação política e económica entre os dois países, com destaque para o comércio.

Na vertente militar, em Junho de 2019 uma delegação do Ministério de Estado para a Defesa e Assuntos de Veteranos da Pátria do Uganda visitou Angola para inteirar-se da experiência do país no capítulo da protecção especial e assistência aos antigos combatentes, deficientes de guerra e seus familiares.

Trata-se de um assunto que interessa o Uganda pelo facto do seu regime jurídico proteger apenas os militares, excluindo o apoio aos seus familiares.

Por outro lado, para além dos contactos bilateral e multilateral, no quadro da Conferência Internacional para a Região dos Grandes Lagos, Angola e Uganda poderão potencializar a sua cooperação no sector dos petróleos, uma área em que o Uganda deposita grandes esperanças.

O Uganda tem sido um importante parceiro de Angola nos esforços de pacificação e estabilização da Região dos Grandes Lagos, no âmbito do trabalho da Conferência Internacional sobre a Região dos Grandes Lagos e das
Cimeiras Quadripartidas.

Trata-se de Cimeiras Quadripartidas para a reaproximação com o Rwanda e Uganda, promovidas por Angola, com a participação do Uganda, Rwanda e RDC, com resultados satisfatórios como são os casos do processo de libertação e repatriamento recíproco de cidadãos, pelo Uganda e Rwanda.

Juntam-se os esforços em curso para a retomada das trocas comerciais entre os dois países (Uganda e Rwanda).

Com residência em Nairobi, Sianga Abílio é, igualmente, embaixador Extraordinário e Plenipotenciário de Angola no Quénia e na República Federal da Somália.