SME esclarece constrangimentos na emissão de passaportes ordinários

  • Efectivos do SME
Luanda – O Serviço de Migração e Estrangeiros (SME) esclareceu, esta sexta-feira, em Luanda, que questões de natureza logística condicionam a emissão de passaportes ordinários no país.

Numa nota de imprensa, a que a Angop teve acesso, o SME adianta que o processo de produção do passaporte normal depende de meios logísticos que não são produzidos no país e, devido a conjuntura económica que o país vive, registou-se uma redução significativa na quantidade de materiais em stock.

Razões financeiras e o impacto da pandemia da Covid-19 são apontadas como as causas dos actuais constrangimentos.

O SME esclarece que, não havendo condições técnicas para a emissão regular de passaportes, têm estado a ser atendidos, de modo célere, os casos considerados prioritários e devidamente fundamentados, nomeadamente os relacionados com saúde, estudo e missões oficiais.

Lamenta os constrangimentos causados e apela à calma, reiterando o compromisso de superar os transtornos, o mais breve possível.

Numa nota de imprensa, a que a Angop teve acesso, o SME adianta que o processo de produção do passaporte normal depende de meios logísticos que não são produzidos no país e, devido a conjuntura económica que o país vive, registou-se uma redução significativa na quantidade de materiais em stock.

Razões financeiras e o impacto da pandemia da Covid-19 são apontadas como as causas dos actuais constrangimentos.

O SME esclarece que, não havendo condições técnicas para a emissão regular de passaportes, têm estado a ser atendidos, de modo célere, os casos considerados prioritários e devidamente fundamentados, nomeadamente os relacionados com saúde, estudo e missões oficiais.

Lamenta os constrangimentos causados e apela à calma, reiterando o compromisso de superar os transtornos, o mais breve possível.