Justiça prevê registar mais de 10 mil crianças no município de Mucaba

Uíge – O Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos prevê registar, até ao final deste ano, no município de Mucaba, província do Uíge, mais de 10 mil crianças dos zero aos cinco anos de idade, no âmbito do Programa de Massificação do Registo.

A informação foi avançada, nesta quinta-feira, pelo director municipal da Justiça e dos Direitos Humanos, José Manuel, adiantando que o sector reforçou, sem precisar, o número de brigadistas com o objectivo de registar mais de 1500 crianças por mês.

“A campanha está a decorrer de forma normal e temos material suficiente para atingir, até ao final do ano, o registo de 10 mil crianças. Nos últimos quatro meses registamos apenas cerca de 200 petizes, mas pensamos que, com o aumento do número de brigadistas, poderemos atingir a meta", salientou.

Por sua vez, o administrador municipal de Mucaba, Carlos Alberto David, informou que, de Janeiro a Maio do corrente ano, mais de 800 crianças beneficiaram de Bilhetes de Identidade.

Disse que a administração municipal vai continuar a envidar esforços no sentido de dar continuidade ao processo massivo de registo civil e atribuição de Bilhetes de Identidade, acção que visa atribuir o direito de cidadania à população local.

A informação foi avançada, nesta quinta-feira, pelo director municipal da Justiça e dos Direitos Humanos, José Manuel, adiantando que o sector reforçou, sem precisar, o número de brigadistas com o objectivo de registar mais de 1500 crianças por mês.

“A campanha está a decorrer de forma normal e temos material suficiente para atingir, até ao final do ano, o registo de 10 mil crianças. Nos últimos quatro meses registamos apenas cerca de 200 petizes, mas pensamos que, com o aumento do número de brigadistas, poderemos atingir a meta", salientou.

Por sua vez, o administrador municipal de Mucaba, Carlos Alberto David, informou que, de Janeiro a Maio do corrente ano, mais de 800 crianças beneficiaram de Bilhetes de Identidade.

Disse que a administração municipal vai continuar a envidar esforços no sentido de dar continuidade ao processo massivo de registo civil e atribuição de Bilhetes de Identidade, acção que visa atribuir o direito de cidadania à população local.