Angola reafirma engajamento para estabilidade do continente africano

  • Embaixador Francisco da Cruz (Arquivo)
Addis-Abeba – O representante permanente de Angola junto da União Africana (UA), Francisco José da Cruz, assegurou, nesta terça-feira, a total disponibilidade do país no apoio aos esforços tendentes à estabilidade do continente.

Em nota a que a ANGOP teve hoje acesso, os Serviços de Imprensa da Representação Permanente de Angola junto da União Africana refere que a posição do país foi reafirmada pelo embaixador Francisco da Cruz durante um encontro com o comissário para os Assuntos Políticos, Paz e Segurança da União Africana, o nigeriano Bankole Adeoye.

Durante o encontro, o primeiro desde a eleição, em Fevereiro último, do diplomata nigeriano, o embaixador Francisco da Cruz manifestou algumas das principais preocupações assumidas por Angola, em questões como o combate ao terrorismo, segurança marítima e o papel que joga na busca de uma paz efectiva na Região dos Grandes Lagos, nomeadamente na República Centro-Africana.

Por seu turno, o diplomata nigeriano mostrou-se satisfeito pelas inúmeras iniciativas de Angola, nos planos regional e continental, ligadas à resolução e prevenção de conflitos, sempre privilegiando o diálogo e a concertação de posições.

No encontro, decorrido na sede da União Africana, em Addis-Abeba (Etiópia), os dois interlocutores exprimiram o desejo de realizarem reuniões regulares do género, para se debruçarem sobre aspectos de paz e segurança em África.

A realização do II Fórum Pan-africano para a Cultura de Paz em África – Bienal de Luanda, aprazada para de 04 a 08 de Outubro próximo, na capital angolana, em parceria com a UNESCO e a União Africana, mereceu igualmente a atenção de ambos os embaixadores.

Outra questão que marcou a audiência relaciona-se com o Processo de Reforma Institucional em curso na UA, tendo sido analisada a possibilidade de inserção de quadros angolanos na Comissão da União Africana (CUA), em concreto no Departamento para os Assuntos Políticos, Paz e Segurança.

Na última sexta-feira (09), a Representação Permanente de Angola junto da UA promoveu, juntamente com a Direcção África, Médio Oriente e Organizações Regionais do Ministério das Relações Exteriores, uma reunião virtual, para troca de ideias, com vista a inserção de um maior número de quadros angolanos na organização continental.

Em nota a que a ANGOP teve hoje acesso, os Serviços de Imprensa da Representação Permanente de Angola junto da União Africana refere que a posição do país foi reafirmada pelo embaixador Francisco da Cruz durante um encontro com o comissário para os Assuntos Políticos, Paz e Segurança da União Africana, o nigeriano Bankole Adeoye.

Durante o encontro, o primeiro desde a eleição, em Fevereiro último, do diplomata nigeriano, o embaixador Francisco da Cruz manifestou algumas das principais preocupações assumidas por Angola, em questões como o combate ao terrorismo, segurança marítima e o papel que joga na busca de uma paz efectiva na Região dos Grandes Lagos, nomeadamente na República Centro-Africana.

Por seu turno, o diplomata nigeriano mostrou-se satisfeito pelas inúmeras iniciativas de Angola, nos planos regional e continental, ligadas à resolução e prevenção de conflitos, sempre privilegiando o diálogo e a concertação de posições.

No encontro, decorrido na sede da União Africana, em Addis-Abeba (Etiópia), os dois interlocutores exprimiram o desejo de realizarem reuniões regulares do género, para se debruçarem sobre aspectos de paz e segurança em África.

A realização do II Fórum Pan-africano para a Cultura de Paz em África – Bienal de Luanda, aprazada para de 04 a 08 de Outubro próximo, na capital angolana, em parceria com a UNESCO e a União Africana, mereceu igualmente a atenção de ambos os embaixadores.

Outra questão que marcou a audiência relaciona-se com o Processo de Reforma Institucional em curso na UA, tendo sido analisada a possibilidade de inserção de quadros angolanos na Comissão da União Africana (CUA), em concreto no Departamento para os Assuntos Políticos, Paz e Segurança.

Na última sexta-feira (09), a Representação Permanente de Angola junto da UA promoveu, juntamente com a Direcção África, Médio Oriente e Organizações Regionais do Ministério das Relações Exteriores, uma reunião virtual, para troca de ideias, com vista a inserção de um maior número de quadros angolanos na organização continental.