Magistrado defende reabilitação urgente da cadeia do Nkiende

Mbanza Kongo – O sub-procurador-geral da República titular em exercício na província do Zaire, Luciano Wombili Daniel, defendeu, nesta sexta-feira, a reabilitação urgente da unidade penitenciária do Nkiende, no município de Mbanza Kongo, devido ao elevado grau de deterioração que a infra-estrutura apresenta.

Em declarações sexta-feira à ANGOP, o magistrado do Ministério Público lembrou que a infra-estrutura é antiga e apresenta fissuras, colocando em risco a população penal e não só.

“A cadeia do Nkiende está muito superlotada. Foi construída para albergar 250 reclusos, mas neste momento está com o dobro da sua capacidade. O edifício de um andar já treme, situação que preocupa a Procuradoria-Geral da República na província”, salientou.

Na ocasião, o procurador considerou deploráveis as condições sociais e de alimentação a que está submetida a população penal, exortando as autoridades competentes no sentido de inverterem a situação.

Questionado sobre eventuais casos de excessos de prisão preventiva, o magistrado confirmou a existência de 12 reclusos nesta condição.

A unidade penitenciária do Nkiende dista a 30 quilómetros da cidade de Mbanza Kongo.

Em declarações sexta-feira à ANGOP, o magistrado do Ministério Público lembrou que a infra-estrutura é antiga e apresenta fissuras, colocando em risco a população penal e não só.

“A cadeia do Nkiende está muito superlotada. Foi construída para albergar 250 reclusos, mas neste momento está com o dobro da sua capacidade. O edifício de um andar já treme, situação que preocupa a Procuradoria-Geral da República na província”, salientou.

Na ocasião, o procurador considerou deploráveis as condições sociais e de alimentação a que está submetida a população penal, exortando as autoridades competentes no sentido de inverterem a situação.

Questionado sobre eventuais casos de excessos de prisão preventiva, o magistrado confirmou a existência de 12 reclusos nesta condição.

A unidade penitenciária do Nkiende dista a 30 quilómetros da cidade de Mbanza Kongo.