Zaire prepara balcões para registo eleitoral oficioso

Mbanza Kongo – A província do Zaire começa, na segunda quinzena de Setembro, a atribuir cartão de munícipe aos cidadãos maiores de 18 anos de idade, em paralelo com o registo eleitoral oficioso, a realizar-se de 23 do corrente mês a Março de 2022 em todo o país.

Para o efeito, o Gabinete local de Registo e Modernização Administrativa deverá colocar em funcionamento 24 Balcões de Atendimento ao Público (BUAP), nos próximos dias, informou, esta terça-feira, em Mbanza Kongo, o director dos registos, António Félix Kialunguila.

Em declarações à imprensa, o responsável avançou que está prevista, dentro de nove dias, a criação dos primeiros BUAP nas sedes municipais de Mbanza Kongo e Soyo.

A segunda fase deverá arrancar em Outubro próximo, segundo a fonte, com a criação de 10 balcões nas restantes quatro sedes municipais (Cuimba, Nóqui, Nzeto e Tomboco), incluindo seis comunas: Luvo (Mbanza Kongo), Pedro do Feitiço e Mangue Grande (Soyo).

Explicou que a última etapa começa em Novembro deste ano, devendo ser criados outros 14 BUAP.

Neste processo, disse, estarão envolvidos 72 funcionários das secretarias das administrações municipais e comunais, na razão de três elementos por cada BUAP, lembrando que o cartão de munícipe substituirá o actual cartão eleitoral.

A província do Zaire tem uma população estimada em 594 mil e 428 habitantes, distribuídos por seis municípios, 25 comunas e 711 aldeias.

Para o efeito, o Gabinete local de Registo e Modernização Administrativa deverá colocar em funcionamento 24 Balcões de Atendimento ao Público (BUAP), nos próximos dias, informou, esta terça-feira, em Mbanza Kongo, o director dos registos, António Félix Kialunguila.

Em declarações à imprensa, o responsável avançou que está prevista, dentro de nove dias, a criação dos primeiros BUAP nas sedes municipais de Mbanza Kongo e Soyo.

A segunda fase deverá arrancar em Outubro próximo, segundo a fonte, com a criação de 10 balcões nas restantes quatro sedes municipais (Cuimba, Nóqui, Nzeto e Tomboco), incluindo seis comunas: Luvo (Mbanza Kongo), Pedro do Feitiço e Mangue Grande (Soyo).

Explicou que a última etapa começa em Novembro deste ano, devendo ser criados outros 14 BUAP.

Neste processo, disse, estarão envolvidos 72 funcionários das secretarias das administrações municipais e comunais, na razão de três elementos por cada BUAP, lembrando que o cartão de munícipe substituirá o actual cartão eleitoral.

A província do Zaire tem uma população estimada em 594 mil e 428 habitantes, distribuídos por seis municípios, 25 comunas e 711 aldeias.