Província do Zaire com quatro balcões para o registo eleitoral oficioso

Mbanza Kongo - A província do Zaire vai contar, numa primeira fase, com quatro Balcões Únicos de Atendimento ao Público (BUAP) durante a primeira fase do processo de actualização do registo eleitoral oficioso, que inicia quinta-feira em todo o país.

A informação foi avançada, esta terça-feira, pelo director provincial dos Registos e Modernização Administrativa, António Félix Kialungila, adiantando que os quatro balcões, dos 24 previstos, foram instalados nos municípios de Mbanza Kongo e do Soyo.

O responsável, que falava à imprensa no final da palestra sobre “Plano Estratégico para a Operacionalização dos Balcões Únicos de Atendimento ao Público”, lembrou que estes gabinetes serão também responsáveis pela emissão do cartão de munícipe.

Na ocasião, o responsável apelou aos partidos políticos, igrejas, autoridades tradicionais, directores escolares e organizações juvenis no sentido de  sensibilizarem os seus membros com idade eleitoral a afluírem aos postos de registo.

“Peço igualmente aos partidos políticos a trabalharem para o credenciamento dos respectivos fiscais que irão monitorar o processo na região”, referiu.

Participaram na palestra membros do governo, magistrados judiciais e do Ministério Público, autoridades tradicionais, académicos, representantes das forças de defesa e ordem interna e entidades religiosas.

No país, o registo eleitoral oficioso de cidadãos maiores deve iniciar no dia 23 do mês em curso e estender-se até Março de 2022, enquanto a actualização presencial para fins de registo no exterior está prevista para Janeiro de 2022.

A província do Zaire tem uma população estimada em cerca de 595 mil habitantes.

A informação foi avançada, esta terça-feira, pelo director provincial dos Registos e Modernização Administrativa, António Félix Kialungila, adiantando que os quatro balcões, dos 24 previstos, foram instalados nos municípios de Mbanza Kongo e do Soyo.

O responsável, que falava à imprensa no final da palestra sobre “Plano Estratégico para a Operacionalização dos Balcões Únicos de Atendimento ao Público”, lembrou que estes gabinetes serão também responsáveis pela emissão do cartão de munícipe.

Na ocasião, o responsável apelou aos partidos políticos, igrejas, autoridades tradicionais, directores escolares e organizações juvenis no sentido de  sensibilizarem os seus membros com idade eleitoral a afluírem aos postos de registo.

“Peço igualmente aos partidos políticos a trabalharem para o credenciamento dos respectivos fiscais que irão monitorar o processo na região”, referiu.

Participaram na palestra membros do governo, magistrados judiciais e do Ministério Público, autoridades tradicionais, académicos, representantes das forças de defesa e ordem interna e entidades religiosas.

No país, o registo eleitoral oficioso de cidadãos maiores deve iniciar no dia 23 do mês em curso e estender-se até Março de 2022, enquanto a actualização presencial para fins de registo no exterior está prevista para Janeiro de 2022.

A província do Zaire tem uma população estimada em cerca de 595 mil habitantes.